Desporto

Equipa feminina projecta Africano

Teresa Luís

A Selecção Nacional sénior feminina de andebol começa a projectar, hoje às 10h00, no Pavilhão Principal da Cidadela, a 22ª edição do Campeonato Africano das Nações (CAN), a ter lugar no Congo Brazzaville, de 2 a 12 de Dezembro.

Técnico Morten Soubak realiza trabalho táctico na Cidadela
Fotografia: Vigas da Purificação | Edições Novembro

Defesa 6X0, ataque e contra-ataque dominam a preparação. Às 17h00, o grupo sob a orientação de Morten Soubak regressa à quadra, no sentido de dar sequência aos trabalhos. Amanhã, as campeãs africanas voltam a treinar em regime bi-diário.
Em declarações à imprensa, o vice-presidente da federação, Zeca Venâncio assegurou a criação de condições de trabalho em Luanda e no estágio na Holanda.
“Temos tudo organizado. Felizmente contamos com três patrocinadores. O processo de aquisição de divisas segue o percurso nos bancos. Já recebemos a verba do Ministério da Juventude e Desportos. Só falta a emissão dos bilhetes”, garantiu.
Inserida no Grupo B, Angola joga a fase preliminar ao lado do Congo Democrático, Guiné Equatorial, Congo Brazzaville e Marrocos. A Tunísia (finalista vencida de 2016) encabeça o Grupo A, com as congéneres do Senegal, Camarões, Costa do Marfim e Argélia.
Teresa Almeida, Cristina Branca e Helena Sousa (guarda-redes), Albertina Kassoma e Liliana Venâncio (pivôs), Isabel Guialo, Vilma Nenganga e Helena Paulo (centrais), Claudete José e Joana Costa (ponta direita), Elizabeth Cailo e Janeth Santos (ponta esquerda), Wuta Dombaxi e Aznaide Carlos (laterais direita), Magda Cazanga e Suzeth Cazanga (laterais esquerda) são as jogadoras que integram o “sete” nacional.

Tempo

Multimédia