Desporto

Espanhóis com testes difíceis

Amândio Clemente

Os oito confrontos dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões da Europa estão programados para os dias 13, 14, 20 e 21 de Fevereiro de 2018, sendo esses os duelos da primeira “mão”, e as partidas de resposta são disputadas a 6, 7, 13 e 14 de Março, com destaque para os confrontos Real Madrid-PSG e Chelsea-Barcelona.

Real Madrid e Cristiano Ronaldo vêem a prova como tábua de salvação da má época na La Liga
Fotografia: Jaimagens/fotógrafo

A eliminatória inscreve os não menos importantes duelos Juventus-Tottenham,  Basileia-Manchester City, FC Porto-Liverpool, Sevilla-Manchester United, Shakhtar Donetsk-Roma e Bayern de Munique-Besiktas.
Nestes oitavos-de-final as atenções dos amantes do futebol vão estar certamente viradas para os interessantes duelos entre o Real Madrid, campeão em título da prova, e o PSG, que se reforçou, e de que maneira, principalmente na sua frente de ataque, com o firme propósito de conquistar a prestigiada competição.
Um duelo que se antevê bastante renhido, se levarmos em conta a qualidade dos executantes dos contendores e os seus objectivos na competição. Os “merengues”, quase sem qualquer hipótese de chegar ao título espanhol, vão certamente apostar tudo na Liga dos Campeões, ao passo que os franceses do PSG “sonham” com a consagração e acham que têm tudo para este ano conseguirem atingir tal desiderato. Em nove confrontos, há relativo equilíbrio, mas com vantagem dos madrilenos que somam quatro vitórias, em nove jogos, três derrotas e dois empates. O PSG tem no entanto a maior vitória caseira (4-1) contra os 3-1 consentidos em Madrid.
As atenções dos espectadores e seguidores da competição vão, no entanto, estar repartidas, já que na mesma eliminatória há outro duelo entre equipas com fortes ambições. Chelsea e Barcelona medem forças num embate, os catalães levam alguma dose de favoritismo, que os ingleses pretendem seguramente contrariar, antevendo-se para já duas interessantes partidas.
Os jogos entre estes colossos europeus têm sido equilibrados. Nos confrontos dos oitavos-de-final de 1999-200, o Chelsea venceu em casa (3-1), mas na segunda mão os “blaugranas” viraram a eliminatória (5-1). Na época 2004/5 nos oitavos-de-final, o Barça saiu vitorioso em casa (2-1), mas os “blues” deram a volta à desvantagem em casa, ganhando por 4-2.
No ano seguinte, avançou a equipa espanhola, fruto da vitória fora de casa (1-2) e empate caseiro (1-1).
Em jogos das semi-finais, em 2008/09  a equipa londrina foi afastada após dois empates:  nulo em Camp Nou e igualdade a um golo em Stanford Bridge. Mas, em 2011-12, a equipa londrina vingou-se, ao vencer em casa por 1-0 e empatar no terreno dos catalães (2-2), afastando da final um dos mais sérios candidatos ao troféu.
Não menos interessantes, são por sua vez os jogos FC do Porto-Liverpool, Sevilha-Manchester United, Juventus-Tottenham que também prometem ser bastante competitivos, embora alguns dos intervenientes sejam rotulados como favoritos, casos de Juventus e Manchester United.
Juventus e Manchester United têm tarefas com elevado grau de dificuldade perante o Tottenham e Sevilha, respectivamente, sendo obrigados a jogar ao mais alto nível para evitarem surpresas. Sem favoritos, o jogo mais equilibrado dever ser entre Porto e Liverpool, ca-bendo a cada um tirar o maior proveito do factor casa, pa-ra eventualmente ganhar a eliminatória.
Como favoritos apresentam-se Bayern de Munique, Manchester City e Roma que enfrentam adversários teoricamente menos capazes, principalmente os alemães que medem forças com o Besiktas, ao passo que os romanos vão encontrar, certamente, mais dificuldades para contornar os ucranianos do Shakhtar Donetsk, tal como os ingleses do City que enfrentam o Basileia.
Na fase de grupos da competição, o clube suíço surpreendeu a Europa, deixando de fora, de forma convincente, um histórico como o Benfica de Lisboa.        
A finalíssima da Champions League decorre no dia 26 de Maio, no Estádio Olímpico de Kiev, na capital da Ucrânia.
O actual campeão da Liga dos Campeões é o Real Ma-drid, da Espanha, que aplicou 4-1 à Juventus, da Itália, na decisão da temporada 2016/2017. O duelo foi disputado no Millennium Stadium, na cidade de Cardiff, capital do País de Gales, Reino Unido.

Neymar admite nervosismo antes do duelo

 

Tempo

Multimédia