Desporto

Estreia da Jair marca a etapa de meio-fundo do GP Masard

A presença da equipa Jair Transportes de Benguela é a nota de destaque da primeira etapa do Grande Prémio Masard em ciclismo, uma tirada de meio-fundo de 90 km, hoje às 9h00, no percurso Autódromo de Luanda/Barra do Kwanza/Autódromo de Luanda.

Fotografia: Contreiras Pipa | Edições Novembro

Maior força da modalidade no país, a par do BAI Sicasal Petro de Luanda, a formação benguelense faz assim a estreia no Torneio Internacional Orped Angola, depois de falhar em Janeiro o III GP Amadores Cicloturistas (ACT), primeira prova do concorrido calendário que se estende até Novembro.
A Jair está em Luanda na máxima força, com destaque para os elites Igor Silva, Adilson Ferraz, Lucas Camilo e Fábio Andrade, bem como José Panzo, Sub-23. O Petro de Luanda tem em prontidão Dário António, Bruno Araújo, Mário Carvalho, Gabriel Cole, Wagner Chiquito, Hélder Silva e Cruz Tutu.
Sem oposição à altura nas duas etapas do GP ACT, os petrolíferos têm neste final- de- semana um adversário capaz de discutir a vitória até aos últimos metros, tanto na tirada de meio-fundo como no circuito fechado, amanhã na Centralidade do Kilamba. O grupo de motares Amigos da Picada garante a segurança dos atletas.
Equilibrada pode ser também a disputa nos Master 30, 40 e 50, entre os ciclistas da Orped Angola LinkConnection, ACT, Kambas da Bicicleta, Kambas do Pedal de Luanda, Gicate, RV Racing e Escola de Ciclismo 2Rodas. O Clube de Ciclismo da Centralidade do Kilamba, liderado pelo experiente Jaime José, aposta nas categorias de base.

Atacar África
Fora de portas, a Jair Transportes tem confirmada a presença no Tour do Egipto, prova de categoria 2.2 da União Ciclística Internacional (UCI), de 22 a 26 Março, num total de 615 km, com início em Luxor e término em Aswan.
O BAI Sicasal Petro de Luanda disputa pela segunda vez, de 24 de Fevereiro a 3 de Março, o Tour do Ruanda, como equipa Continental. A prova, com classificação 2.1 da UCI, terá início e fim na cidade de Kigali.

Tempo

Multimédia