Desporto

Federação Internacional forma técnicos de natação

 A acção formativa de nível II dirigida a treinadores e atletas de natação de Luanda encerrou ontem, no complexo da Piscina do Alvalade, com 102 formandos em ambos os sexos, numa iniciativa resultante da parceria entre a Federação Internacional da modalidade (FINA) e a angolana (FAN).

Norte-americano Rick Powers foi um dos prelectores
Fotografia: DR


Com duração de quatro dias, o curso visou a potencialização dos treinadores, antigos praticantes, professores de educação física e atletas no activo.
O programa abordou temas como Regras de natação da FINA, Papel de um treinador; Criar e desenvolver uma equipa de natação com sucesso e Criar exercícios para iniciantes; Saltos e Viragens.
Com o objectivo de juntar a família da modalidade, dar visibilidade e aumentar o número de praticantes, o encontro contou com a participação das equipas da  Academia da Nossa Senhora de Anunciação, Ginásio Konceito e as escolas Internacional de Luanda e a Búzios. />Em declarações ao Jornal de Angola, a vice-presidente da FAN, Ana Lima  considerou positiva a acção formativa. “O objectivo é capacitar. E pudemos observar, inclusive, que os instrutores ficam, assim, mais habilitados com as novas metodologias de treinamento”, disse.
Por outro lado, a dirigente lamentou as ausências dos técnicos principais das equipas do 1º de Agosto, Clube Náutico da Ilha de Luanda e Onda Sport Clube.
O especialista e professor norte-americano Rick Powers, credenciado pela FINA, foi o prelector, com a supervisão da FAN. No ano passado, cento e dois monitores, em ambos os sexos, participaram numa formação de nível I.

Tempo

Multimédia