Desporto

Final entre angolanas promete duelo renhido

As equipas seniores femininas de andebol do 1º de Agosto e Petro de Luanda reeditam, hoje às 16h00, no pavilhão Vavá Duarte, a final da Taça dos Clubes Campeões africanos, que se disputa na cidade da Praia, em Cabo Verde, ao suplantarem ontem as adversárias das meias-finais, Abo Sport do Congo e DGSP do Congo.

Petrolíferas ambicionam despojar as “militares” do título
Fotografia: Paulo Mulaza |?Edições Novembro

As equipas seniores femininas de andebol do 1º de Agosto e Petro de Luanda reeditam, hoje às 16h00, no pavilhão Vavá Duarte, a final da Taça dos Clubes Campeões africanos, que se disputa na cidade da Praia, em Cabo Verde, ao suplantarem ontem as adversárias das meias-finais, Abo Sport do Congo e DGSP do Congo.
As petrolíferas foram as primeiras a chegar à final da competição, ao derrotar a formação congolesa do GSG, por 24-19, com o parcial de 13-6. Tal como apontavam todas as previsões, as actuais campeãs continentais não encontraram resistência na equipa do Abo Sport, a quem derrotaram por convincentes 32-24, quando ao intervalo venciam por 14-10.
O desafio entre as eternas rivais é aguardada com muita expectativa pelos aficcionados da modalidade, por colocar em confronto as duas melhores equipas do continente e ser um verdadeiro tira-teimas. O 1º de Agosto é o detentor do troféu, ao passo que o Petro de Luanda ambiciona despojar as adversárias do troféu, que há muito foge da sua galeria.
No último confronto entre ambas, na final da Taça de Angola, as pupilas de Vivaldo Eduardo evitaram o pleno das comandadas do dinamarquês Morten Soubak, que arrebataram todos os restantes títulos da temporada.
Com um elenco de luxo, mais de 50 por cento da Selecção Nacional, o 1º de Agosto entra para a quadra com o estatuto de favorito, mas sabem que terá pela frente um adversário disposto a contrariar os prognósticos e erguer o cobiçado troféu.
Vai ser a décima final angolana e a oitava entre 1º de Agosto e Petro de Luanda.
O representante masculino, Interclube, falha a disputa da final, ao perder frente ao Zamalek , por 18-30.

Tempo

Multimédia