Desporto

Force India esteve perto da falência

O chefe de operações da Force India, Otmar Szafnauer, admite que temeu que a equipa não recuperasse após entrar em falência, levando-a a ter o mesmo destino de equipas como Manor e Caterham.

Fotografia: DR

Nos últimos anos, as duas equipas mencionadas não conseguiram recuperar da crise, após entrarem em administração. A Manor competiu pela última vez na Fórmula 1 em 2016, enquanto a Caterham desapareceu após a temporada de 2014.
Ambas as equipas acabaram por falta de financiamento, uma situação na qual a Force India quase se viu. No entanto, na terça-feira, um consórcio liderado por Lawrence Stroll salvou a equipa, garantindo os 405 postos de trabalho.
E Szafnauer admitiu-se aliviado com o acordo, já que ele temia que estivesse tudo acabado para a equipa de Silverstone: “Uma vez que entramos em falência, havia o medo de não sair mais de lá”, disse ele à ‘Autosport’.
“Então, havia muito medo e ansiedade entre todos os membros da equipa, porque não sabíamos para onde estávamos a caminhar. Foi um grande alívio saber que existe futuro para a equipa. Nós vamos ser capazes de seguir como uma equipa normal de Fórmula 1.”

Tempo

Multimédia