Desporto

1º de Agosto e Libolo discutem pontos hoje

António Cristóvão

1º de Agosto e Recreativo do Libolo defrontam-se hoje, às 17h30, no Estádio Nacional 11 de Novembro, em Luanda, em jogo de abertura da 23ª jornada do Campeonato Nacional de Futebol da I Divisão, Girabola'2018.

Defesa Dany Massunguna (5) tem a árdua missão de travar o ímpeto ofensivo dos adversários
Fotografia: Vigas da Purificação | Edições Novembro

Segundo da tabela classificativa, com 39 pontos, os militares têm a possibilidade teórica de reassumirem a liderança da prova. A equipa da vila de Calulo, por sua vez, está no quinto lugar com 28 pontos, mas ainda assim, ambiciona somar os três pontos.
O embate é aguardado com muita expectativa, principalmente pelos exigentes adeptos da formação do Rio Seco, devido a irregularidade na conquista de triunfos. Os agostinos, bicampeões nacionais, lutam pela defesa do título, ao passo que os li-bolenses buscam a estabilidade na tabela e ambicionam estar entre os cinco primeiros.    
Com uma vitória, o 1º de Agosto recupera a liderança desperdiçada na jornada passada para o Petro de Luanda, que folga nesta ronda devido à desistência do JGM do Huambo, por dificuldades financeiras.
No histórico dos jogos entre si, desde a ascensão da formação da vila de Calulo no Girabola, em 2008, os agostinos perderam com o Libolo em 2012 e 2014, na cidade de Luanda.
Na primeira vitória do conjunto do Cuanza-Sul, os militares eram orientados pelo técnico Romeu Filemon, ao passo que Zeca Amaral era o treinador do Libolo. Na segunda derrota, o conjunto rubro e negro era orientado por Dragan Jovic, enquanto Miller Gomes chefiava a equipa técnica dos calulenses.
Os militares somaram cinco triunfos sobre os adversários na capital, tendo consentido três igualdades. Na sequência da jornada, sábado à tarde, o Sagrada recebe o FC Bravos do Maquis no Estádio do Dundo, na província da Lunda-Norte.
O Domant FC e Sporting de Cabinda medem forças no Estádio Municipal do Dande, em Caxito, província do Bengo. Um bom jogo em perspectiva entre agremiações que lutam pela manutenção na competição.
No mesmo dia e ronda, o Interclube aguarda pela visita da Académica do Lobito, às 15h00, no Estádio 22 de Junho, no Rocha Pinto, em Luanda. Para o encerramento da jornada, o Kabuscorp do Palanca desloca-se no domingo à cidade do Lubango, onde joga com o Desportivo da Huíla, às 15h00, no Estádio do Ferroviário, enquanto o Recreativo da Caála recebe o Progresso Sambizanga no Estádio Mártires da Canhala, no Huambo. O Cuando Cubango FC e o 1.º de Maio, equipas sedentas de pontos que se encontram na zona aflita da tabela classificativa jogam, às 15h00, no Estádio Municipal de Menongue.
A deslocação do campeão em título, na cidade de Ndola, Zâmbia, onde defronta o Zesco United FC na próxima terça-feira, às 14h00, no Estádio Levy Mwanawasa está na base da antecipação do desafio pela Federação Angolana de Futebol (FAF).
A partida é pontuável para terceira jornada do Grupo D, da 22ª edição da Liga dos Clubes Campeões Africanos de Futebol. Os militares e o Zega Mambo ou Zegalácticos, designação oficial do Zesco United FC, partilham o quarto e último lugar da tabela classificativa, com um ponto.
Mbabane Swallows, da Swazilândia e Étoile du Sahel (Tunísia) encontram-se no primeiro lugar, ambos com quatro pontos.

Tempo

Multimédia