Desporto

1º de Agosto e Petro perdem na despedida

António Cristóvão |

O 1º de Agosto perdeu ontem com o Kabuscorp do Palanca, por 1-2, no Estádio Nacional 11 de Novembro, na capital, em jogo da 30ª e última jornada da 39ª edição do Campeonato Nacional de Futebol da Primeira Divisão, Girabola Zap.

Fotografia: JAImagens | Edições Novembro

Diogo Rosado marcou o golo dos militares no início desafio, após um brinde do guarda-redes Élber, mas Dr Lami, quase na ponta final do desafio empatou, e Luís Tati, que saltou  do banco, apontou o tento da vitória no primeiro minuto de compensação, na cobrança de uma falta.
Durante o tempo regulamentar, os militares criaram e desperdiçaram as melhores oportunidades de golo, diante de um conjunto do Palanca sempre crente na reviravolta.    
Noutra partida da tarde, o Petro  deslocou-se a Benguela, onde perdeu  diante do 1º de Maio, por 0-1, no estádio Edelfride Palhares da Costa “Miau”. Kaporal, que ascendeu a segundo  melhor marcador da prova, com 13 golos, apontou o tento do triunfo na primeira parte, de livre de fora da área, batendo o guarda-redes Lamá.
A equipa do Eixo Viário teve o melhor ataque do Girabola Zap, com 46 golos, enquanto a pior defesa foi do JGM, com 57 consentidos. Com este resultado, os tricolores desperdiçaram a oportunidade de se encostarem aos militares do Rio Seco no topo da classificação, já que os rivais também perderam no Estádio Nacional 11 de Novembro.
Sábado à tarde, na abertura da ronda, o Sagrada  recebeu e derrotou, no Dundo, o Libolo, por 1-0, enquanto  Maquis e Interclube empataram a uma bola no estádio Jones Kufuna “Mundunduleno”.
O Progresso da Lunda-Sul, que foi desqualificado com despromoção na próxima edição do Girabola Zap, mas aguarda pela homologação do campeonato, venceu o Desportivo da Huíla, por 1-0, no Estádio do Ferroviário, no Lubango.
Noutros desafios, a Caála perdeu com o JGM do , por 0-1, no Estádio Mártires da Canhala. A Académica do Lobito goleou o ASA, por 4-1, no Estádio do Buraco. Com esta derrota, os “estudantes” garantiram a manutenção, enquanto os aviadores foram despromovidos para o segundo escalão.
O Santa Rita, “lanterna vermelha” e despromovido,  terminou a prova com triunfo sobre o Progresso Sambizanga, por 2-1, no Estádio Municipal 4 de Janeiro, na capital do Uíge.

Tempo

Multimédia