Desporto

Alemanha começa defesa do título com derrota

Que surpresa no Luzhniki Stadium! Com uma exibição cheia de personalidade e entrega, o México conseguiu vencer a campeã em título Alemanha, por 0-1, no jogo de abertura do Grupo F. O único golo do encontro surgiu aos 35 minutos, numa jogada de contra-ataque concluída por Lozano, premiando a selecção da América Central, que contou com Herrera e Layún a um grande nível.

Fotografia: DR

As duas equipas apresentaram-se em Moscovo sem grandes novidades nos onzes. Devido à gripe de Héctor, o lateral esquerdo Marvin Plattenhardt foi aposta de Joachim Low. No lado dos mexicanos, Juan Carlos Osorio colocou Miguel Layún a jogar como extremo, lançando Carlos Vela nas costas de Chicharito Hernández
O encontro começou com um ritmo bastante elevado. Logo nos primeiros minutos, Hirving Lozano e Timo Werner criaram situações de perigo nas balizas contrárias. A Alemanha tentava impor o seu jogo, sofrendo com as transições rápidas do México. Joshua Kimmich era o mais inconformado dos germânicos, em contraste com a apatia revelada pelos seus companheiros. A selecção da América Central ia ganhando confiança, faltando alguma calma na definição do último passe. O golo acabou por surgir aos 35 minutos, numa bela jogada de contra-ataque concluída por Lozano, após combinação com Chicharito.
A desvantagem no marcador acordou um pouco a equipa alemã. Aos 39´, um belo livre executado por Toni Kroos atinge a barra da baliza contrária, com Ochoa ainda a tocar na bola. O encontro chegou assim ao intervalo, com o México a vencer.
Os alemães subiram a pressão e começaram a aproximar-se da baliza defendida por Ochoa. O México ia resistindo, recuando cada vez mais as suas linhas. Osorio lançou Rafa Márquez em campo, passando a actuar num sistema com cinco defesas.
Com o encontro partido, a Alemanha arriscou tudo colocando Mario Gómez no lugar de Plattenhardt, e a equipa voltou a ganhar outra dinâmica ofensiva, criando várias oportunidades até ao final, incluindo uma bomba de Brandt ao poste. Contudo, os mexicanos seguraram o histórico triunfo, na primeira grande surpresa deste Campeonato do Mundo.
Os germânicos continuam a ser favoritos a passar aos oitavos de final, mas a taxa de erro passa a ser nula.

Tempo

Multimédia