Desporto

Campeão supera resistência do Santa Rita

Honorato Silva

A atravessar um período de indefinição competitiva, marcado por exibições descoloridas, o 1º de Agosto cumpriu serviços mínimos na 19ª jornada do Girabola, ao derrotar o Santa Rita de Cássia, por 1-0, ontem na cidade do Uíge, com muitas dificuldades.

Petrolíferos mantêm perseguição ao comandante do Girabola com gestão de vários titulares
Fotografia: Vigas da Purificação | Edições Novembro

Sem velocidade e lucidez na circulação da bola, pecha agravada pela falta de pressão no momento ofensivo dos adversários, os tri-campeões nacionais às ordens de Dragan Jovic voltaram a mostrar pouco futebol. 

Nem o regresso de Show, ausente do jogo passado, por lesão, e a entrada de Mário Balbúrdia deram vida ao meio campo dos militares do Rio Seco, que continuam com pouca vivacidade, sobretudo no momento de partir para o ataque.
O 1º de Agosto passou a somar 41 pontos, no comando, com mais dois jogos disputados em relação aos tricolores. O Santa Rita de Cássia atrasou-se na 13ª posição, com 18 pontos somados.
Atento à movimentação do líder, o Petro de Luanda desfez a partilha do segundo lugar proposta pela equipa do Palanca, ao derrotar o Sporting de Cabinda, por 1-0, com golo de Carlinhos, numa partida em que não deixou o adversário pensar em surpresas.
Autoritária, a equipa co-mandada por Beto Bianchi, que fez descansar Toni e Tiago Azulão, já a fazer poupanças a pensar no jogo de domingo, diante do Gor Mahia do Quénia, referente à última jornada do Grupo D da Taça da Confederação, controlou os acontecimentos do princípio ao fim. Os tricolores somam 38 pontos e os “leões” 19, na 11ª posição.

Vida no Lubango

Depois de dois resultados contrários às suas ambições, empate (3-3), na recepção aos detentores do título, e derrota (0-2), na visita ao Kabuscorp do Palanca, o Desportivo da Huíla explorou a intermitência do Interclube e triunfou por 1-0. Os militares da Região Sul reforçaram o quarto lugar, 32 pontos, ao passo que os polícias seguem no décimo posto, 21 pontos.
O Recreativo do Libolo atingiu o oitavo lugar, 24 pontos, com a vitória (2-0) sobre o Recreativo da Caála, que baixou à nona posição, 22 pontos. Na disputa dos aflitos, o Cuando Cubango FC venceu o Saurimo FC, por 3-1, resultado que coloca a formação de Menongue com 17 pontos, enquanto a equipa da Lunda-Sul, 13, reforça o último lugar.
O Progresso Sambizanga, agora sexto, 27 pontos, foi derrotado (0-1) pelo Sagrada Esperança, que assumiu o quinto lugar, 28. A Académica do Lobito, 14º, 18 pontos, empatou (0-0) em casa com o FC Bravos do Maquis, sétimo, 24 pontos. Segunda-feira, na abertura da jornada, o Kabuscorp, terceiro, 34, vergou (2-1) o ASA, 12º, 18 pontos.

Tempo

Multimédia