Desporto

"Chetu" Baptista faz triagem na Selecção Nacional de futebol para amputados

António Cristóvão

Os atletas Manico Basílio, Rocha Manuel, Manuel Kilalo, Wilson Carruagem e Alberto Adelino foram dispensados, hoje, dos trabalhos da Selecção Nacional de futebol para amputados, após a sessão de treino realizada na cidade de Benguela, onde prepara a disputa da V edição do Campeonato Africano das Nações (CANAF).

Treino,Selecção Nacional de Futebol para Amputados
Fotografia: Agostinho Narciso

Com o afastamento destes jogadores, o técnico “Cheto” Baptista conta agora com 20 dos 26 atletas convocados inicialmente para o CANAF, que se disputa de 1 a 15 de Outubro, em Benguela. 

No dia 18 deste mês, "Cheto" Baptista pretende dispensar mais quatro jogadores, para ficar apenas com 16 atletas e retirar mais dois na véspera da competição.Para o Africano, o seleccionador nacional pretende contar somente com 14 futebolistas.

A Selecção Nacional, que se encontra na terceira semana de preparação na cidade das acácias Rubras, está a esmerar os processos técnicos, tácticos e as ideias de jogo para uma excelente participação no certame.

As correcções dos detalhes de jogo voltam a dominar hoje as sessões de treino, de  manhã no Estádio Nacional de O'mbaka, e à tarde no Edelfride Palhares da Costa “Miau”.

Antes dos aspectos tácticos, os atletas cumprem os exigentes exercícios físicos com bola, para aperfeiçoar  a qualidade da circulação, do passe e recepção durante os treinos e nos jogos.

No programa de preparação, a Selecção Nacional tem em agenda , para a próxima semana,  jogos de controlo com o Misto de Benguela e a equipa Sub-17 do Nacional de Benguela, para o corpo técnico identificar as debilidades e arranjar soluções com correcções dos movimentos defensivos e ofensivos.

Hoje de manhã, os jogadores treinaram no campo de relva sintética do Novo Campismo, e à tarde trabalharam no Estádio São Filipe. Na última edição, disputada no Quénia, em 2013, Angola perdeu na final para a Libéria, por 1-2.A Selecção Nacional estreou-se no CANAF em 2008, na Libéria, onde ocupou a terceira posição.

Tempo

Multimédia