Desporto

Clubes de Luanda falham Segundona

António de Brito

Totalista no Zonal de Apuramento para o Girabola, a província de Luanda falha pela primeira vez a próxima edição do torneio, após as participações ininterruptas na competição. Depois do Ferroviário, Rodoviário e Polivalentes FC terem extinguido o futebol sénior, Luanda deixou de realizar os Campeonatos Provinciais da modalidade.

Agremiações luandenses estão ausentes do Zonal
Fotografia: José Soares | Edições Novembro

Em declarações ao Jornal de Angola, Rui Gomes, antigo presidente da Associação Provincial de Futebol de Luanda (APFL), referiu que a falta de apoios e incentivo motivou o desaparecimento de muitos clubes da capital.”É uma situação bastante preocupante. Não se compreende, que Luanda não tenha equipas para competir nas provas de sénior. A maioria desses clubes estavam ligados às empresas e pessoas singulares. Devido à crise financeira, grande parte dos clubes aboliram o futebol sénior”, disse, acrescentando que as entidades desportivas têm de encontrar mecanismos para inverter o quadro.
O ex-dirigente desportivo sublinhou, ainda, que a província de Luanda não pode ficar sem realizar os campeonatos neste escalão.”Esta situação já se arrasta há vários anos. Não se admite, que o maior pólo de desenvolvimento do futebol do país, fique largos anos sem a competição de sénior”, lamentou Rui Gomes.
A província de Luanda compete na maior festa futebolística do país, Girabola, com seis equipas: 1º de Agosto, Petro de Luanda, Interclube, Kabuscorp do Palanca, Progresso Sambizanga e ASA.

Tempo

Multimédia