Desporto

Desportivo está à espera do Petro

António de Brito |

O Desportivo da Huíla joga no domingo uma cartada decisiva frente ao Petro de Luanda, às 15h00 no Estádio do Ferrovia, para a 26ª jornada do Girabola Zap, com o objectivo de garantir a sua manutenção na prova.

Equipa huilana espera manter boa safra caseira
Fotografia: Contreiras Pipa | Edições Novembro

Em décimo lugar, com 31 pontos, os militares da região sul pretendem vencer na recepção aos tricolores do Eixo Viário, para ficarem a uma vitória da permanência no escalão.
Contactado pelo Jornal de Angola, o técnico Mário Soares assumiu o desejo de vencer, apesar de respeitar o adversário. “Este é o espírito que nos move. Temos esta obrigação, porque deixar as coisas para o fim é melindroso”, disse muito optimista.
Em casa, o Desportivo faz bons resultados. Nos 12 jogos disputados, venceu cinco, empatou cinco e perdeu dois, perfazendo 20 pontos dos 36 possíveis. “Estamos proibidos de perder pontos, sobretudo em casa. Não nos passa pela cabeça desperdiçar pontos, como aconteceu nas anteriores partidas”, assumiu o treinador.
O Petro não ganha no reduto dos militares há sete anos: “É uma finalíssima. Temos de vencer ou empatar”, afirmou Mário Soares, sublinhando que o grupo está  motivado para alcançar o seu principal objectivo.

Tempo

Multimédia