Desporto

Empate justo para Macki e traiçoeiro para Kazembe

António Cristóvão

Zoran Macki, técnico do 1º de Agosto, considerou justo o empate sem golos, diante do TP Mazembe, da República Democrática do Congo (RDC), no Estádio Nacional 11 de Novembro, em Luanda, para a primeira-mão dos quartos-de-final da 22ª edição da Liga dos Campeões Africanos de futebol.

Treinador do 1º de Agosto está confiante na qualificação
Fotografia: José Cola | Edições Novembro

“Foi  um resultado justo. A equipa desperdiçou duas oportunidades de golo. Na segunda parte, a nossa equipa quebrou fisicamente, devido ao cansaço dos meus jogadores, proveniente de um Girabola diferente, ao contrário dos adversários”, disse durante a entrevista rápida.
O treinador do conjunto militar do Rio Seco, apesar de admitir o favoritismo dos adversários no seu “habitat”, acredita na qualificação para as meias-finais da competição.
“Este é um resultado que nos dá esperança de passar para as meias-finais. Para passar a eliminatória, temos de marcar golos no campo do adversário”, disse optimista.    
Questionado sobre os adversários, Zoran Macki reconheceu às qualidades dos adversários.
“O TP Mazembe é muito perigoso no contra-ataque. Não é uma equipa qualquer. Tem cinco títulos africanos e é bastante experiente. Tem mais frescura física do que a minha equipa”, sublinhou o “timoneiro” da formação do Rio Seco.
O treinador do TP Mazembe, Pamphile Mihayo Kazembe disse, na entrevista rápida no final do embate, que a igualdade é um resultado enganador. “Fizemos um empate. É um resultado traiçoeiro, que não é bom para o TP Mazembe, nem para o 1º de Agosto. O jogo da segunda-mão é que vai determinar quem chega às meias-finais”, comentou sobre o embate.
O avançado Trésor Mputo Mabi, que já alinhou pelo Kabuscorp do Palanca, falou à imprensa  e disse que disputou um desafio interessante, que serviu para rever antigos companheiros. “Deu para rever alguns amigos angolanos e congoleses, mas foi um jogo interessante”, disse. Para este desafio com o 1º de Agosto, o TP Mazembe efectuou um curto estágio na Zâmbia.                                                              

Tempo

Multimédia