Desporto

Goleada militar ao JGM do Huambo

António Cristóvão |

O 1.º de Agosto mantém-se na perseguição ao Petro de Luanda no topo da tabela classificativa da 39.ª edição do Campeonato Nacional de Futebol da I Divisão, Girabola Zap, após a goleada infligida ontem ao JGM do Huambo, por 4-0, no estádio do Ferroviário, no bairro 8 de Fevereiro, na cidade do Huambo, para a 16.ª jornada.

Chicotada na turma do aeroporto mostra pretensão de fugir da zona de despromoção com a vitória sobre o Desportivo da Huíla
Fotografia: Dombele Bernardo | Edições Novembro

Geraldo, que foi considerado pela imprensa no Huambo como o melhor jogador em campo, apontou dois dos quatro golos do conjunto do Rio Seco, enquanto Bobó e Guelor marcaram os outros tentos. 
Na deslocação à cidade do Huambo, o 1.º de Maio conseguiu três preciosos pontos, ao vencer com algumas dificuldades, o Recreativo da Caála, por 1-0, no estádio Mártires da Canhala. O técnico Agostinho Tramagal, do conjunto proletário, reconheceu que foi um triunfo difícil e felicitou os adversários apesar da derrota. “Foi um bom início da segunda volta do campeonato. Felizmente não marcamos mais, porque falhámos muito”, disse o treinador no final do desafio.
Para David Dias, que se estreou com derrota no seu regresso ao comando técnico do Caála, insatisfeito com o resultado declarou que a equipa precisa melhorar. \"Este resultado não é o que estávamos à espera. Vamos tentar mudar o quadro. Temos que trabalhar muito para moldar a equipa\", destacou o treinador.  
O ASA saiu da 15.ª posição para a 12.ª  da tabela classificativa do Girabola Zap, com 14 pontos, depois de suar bastante para vencer o Desportivo da Huíla, por 1-0, no Estádio Municipal dos Coqueiros. O jogo foi marcado pela expulsão do lateral Anastácio, devido à acumulação de cartões. Josimar marcou o golo do triunfo, já no tempo de compensação, quando aproveitou uma desatenção defensiva dos militares da Região Sul.
O Kabuscorp do Palanca desperdiçou pontos na recepção à Académica do Lobito, ao  empatar a um golo, no Estádio Municipal dos Coqueiros. Amaro abriu o marcador pelo Kabuscorp, enquanto Ben Traoré restabeleceu a igualdade para os “estudantes” do Lobito.
No bairro Rocha Pinto, Interclube e Sagrada Esperança também empataram, mas  sem golos, sábado à tarde no estádio 22 de Junho. O Progresso da Lunda Sul, equipa sensação na edição anterior do Girabola Zap, empatou sem golos sábado à tarde com o FC Bravos do Maquis, no Estádio Municipal das Mangueiras, na cidade de Saurimo, num jogo disputado à porta fechada, por sanção disciplinar. 
Na sequência da jornada, o Progresso Sambizanga foi impotente, sexta-feira, para evitar a  derrota frente ao Petro de Luanda, por 0-2, no Estádio Municipal dos Coqueiros, na baixa de Luanda, com golos de Tony e Thiago Azulão.
Na quinta-feira à tarde, para a abertura da ronda, na deslocação à vila de Calulo, província do Cuanza Sul, o Santa Rita de Cássia impôs empate a uma bola ao Recreativo do Libolo. Pelos anfitriões marcou Viet, enquanto pelos forasteiros Gazeta apontou o golo da igualdade.

Tempo

Multimédia