Desporto

JGM recua e enfrenta Progresso

António de Brito |

O JGM do Huambo, depois de ter anunciado desistência do Girabola Zap, por razões financeiras, recuou da posição e defronta o Progresso da Lunda-Sul, hoje às 15h00, no Estádio do Ferrovia, na abertura da 26ª jornada da prova, que reserva ainda os desafios Sagrada Esperança-1º de Maio de Benguela e Kabuscorp do Palanca-ASA.

JGM e Progresso da Lunda-Sul jogam hoje
Fotografia: Jaimagens | Edições Novembro

Pela verdade desportiva e a pedido da sociedade civil no Huambo, o JGM vai procurar nos últimos cinco jogos garantir a manutenção na competição, apesar de ocupar a 14ª posição, com 21 pontos. Matematicamente tem fortes hipóteses de permanecer, desde que vença quatro jogos seguidos, começando frente aos lundas treinados por Albano César, que perseguem igualmente a continuidade, estando um degrau abaixo, com 20 pontos.
Às 15h00, no Estádio do Sagrada, diamantíferos e proletários realizam o terceiro desafio, no espaço de uma semana, depois de os benguelenses terem avançado nos oitavos-de-final da Taça de Angola.  Depois da derrota (3-2) em Benguela e empate (2-2) no Dundo, o 1º de Maio não espera por facilidades, visto que o Sagrada ainda está com o orgulho ferido, após a recente eliminação na Taça. O Sagrada ocupa a quarta posição com 43 pontos, sendo que o 1º de Maio está em nono lugar, com 33. Os proletários às ordens de Agostinho Tramagal estão a uma vitória de garantirem a continuidade no campeonato.

Disputa nos Coqueiros


No dérbi de Luanda, Kabuscorp e ASA disputam um jogo de elevado grau de dificuldade, às 17h30 no Estádio Municipal dos Coqueiros, com a formação aviadora obrigada a vencer, sob pena de comprometer os seus intentos na prova, que passa pela manutenção. Folgados no terceiro lugar, com 43 pontos, o Kabuscorp joga a pressão sobre o ASA, visto que ocupa o modesto 13º lugar, com 23 pontos. Depois da perca do título, os palanquinos viram as atenções para a Taça de Angola.
Amanhã, na sequência dos jogos, o Desportivo da Huíla defronta o Petro de Luanda, às 15h00 no Estádio do Ferrovia. O 1º de Agosto recebe o Recreativo do Libolo, às 17h30 no Estádio Nacional 11 de Novembro. O Recreativo da Caála mede forças com o Interclube, às 15h00 no Estádio Mártires da Canhala. No Estádio do Buraco, a Académica do Lobito é visitada pelo Progresso Sambizanga, às 15h00. O FC Bravos do Maquis tem pela frente o Santa Rita, às 15h00, no Estádio 4 de Janeiro.

Tempo

Multimédia