Desporto

Kabuscorp vence Domant FC e sobe um lugar no Girabola

António Cristóvão

O Kabuscorp do Palanca ascendeu ontem à 10ª posição na tabela classificativa do Campeonato Nacional de Futebol da I Divisão, Girabola, com 23 pontos, ao derrotar com imensas dificuldades o Domant FC, por 2-1, no Estádio Municipal dos Coqueiros, na baixa de Luanda, em partida de conclusão da 22ª jornada.

Palanquinos tiveram de suar as estopinhas para vergar os domantinos nos Coqueiros
Fotografia: Dombele Bernardo | Edições Novembro

O médio ofensivo Filhão, do Kabuscorp, abriu o marcador na sequência de um pontapé de canto aos 41 mi-nutos, mas num ápice Ma-bululu (Domant FC) igualou após marcação de grande penalidade.
Aos 67 minutos, numa jogada de contra-ataque rápido Nandinho colocou novamente a formação do Palanca em vantagem no marcador.
O desafio foi marcado pelo equilíbrio com as equipas a evidenciarem falta de eficácia, pois os seus avançados não conseguiam finalizar com êxito as várias oportunidades de golo.
Calero, avançado do Kabuscorp colocou uma bola no travessão, enquanto Mabululu rematou uma vez contra o poste e outra atirou no travessão da baliza do guarda-redes Jota Bê. Com este resultado, o Domant FC encontra-se na zona de despromoção, 14º lugar, com 17 pontos. 
A jornada foi marcada pela folga do 1º de Agosto, devido à desistência do JGM do Huambo. Sábado à tarde na abertura da competição, o Interclube deslocou-se ao estádio Jones Kufuna “Mundunduleno”, na cidade do Luena, onde derrotou o FC Bravos do Maquis, por 1-0, com golo de Silva.
Noutro desafio, o Recreativo do Libolo, agora sob a batuta de André Makanga, por rescisão do técnico Kito Ribeiro, venceu sem dificuldades o Recreativo da Caála, por 4-1, na vila de Calulo, província do Cuanza-Sul.
No prosseguimento da jornada, o Petro de Luanda suou bastante no domingo à tarde para empatar a uma bola diante do Sporting, no Estádio Municipal do Tafe, na cidade de Cabinda.
O golo dos “Leões” de Ca-binda, validado pelo árbitro, embateu no poste da baliza a guarda de Gerson Barros, e não ultrapassou a linha da baliza como se vê pode ver nalgumas imagens difundidas nas redes sociais.
O Desportivo da Huíla, equipa sensação do Girabola, empatou sem golos com a Académica do Lobito no Es-tádio do Buraco, província de Benguela.
Os militares da Região Sul, que têm garantida a manutenção na próxima edição do Girabola ocupam a quarta posição, com 32 pontos.
O Progresso Sambizanga quebrou a onda de empates, ao derrotar o Cuando Cubango FC, por 1-0, no Estádio Municipal dos Coqueiros.
Yapo, da República Democrática do Congo (RDC) marcou o único golo do triunfo.  Em Benguela, o 1º de Maio e o Sagrada Esperança empataram a duas bolas no Estádio Edelfride Palhares da Costa “Miau”.
Com esta igualdade, os proletários encontram-se na 13ª posição da tabela classificativa, com 18 pontos, enquanto os diamantíferos estão na oitava com 26.    
A 23ª jornada do Girabola abre amanhã, às 17h30, com o desafio entre 1º de Agosto, segundo classificado, com 39 pontos, e Recreativo do Libolo (5º/28) no Estádio Nacional 11 de Novembro.
Os militares do Rio Seco solicitaram a antecipação do embate devido à viagem para a cidade de Ndola, Zâmbia, no final de semana, referente à terceira jornada do Grupo D da Liga dos Clubes Campeões Africanos.
O campeonato prossegue no sábado à tarde com os jogos Sagrada Esperança-FC Bravos do Maquis no Dundo, Domant FC-Sporting (Estádio Municipal do Dande, em Caxito) e Interclube-Académica do Lobito (Estádio 22 de Junho, no Rocha Pinto).
Para a conclusão da jornada no domingo, o Desportivo da Huíla recebe o Kabuscorp do Palanca no Estádio do Ferroviário, na cidade do Lubango, enquanto o Progresso Sambizanga desloca-se ao Huam-bo onde enfrenta o Recreativo da Caála.
O Cuando Cubango FC re-cepciona o 1º de Maio de Benguela, às 15h00, no Estádio Municipal de Menongue.

Tempo

Multimédia