Desporto

Libolo leva Supertaça para Calulo

António Cristóvão|

O Recreativo do Libolo conquistou, ontem, a Supertaça de futebol, ao derrotar através da marcação de pontapés de grandes penalidades o Benfica de Luanda, por 4-2, no Estádio Municipal dos Coqueiros, num desafio em que as duas equipas terminaram o desafio com dez jogadores, devido às expulsões por acumulação de cartões amarelos de Kuagica (Libolo) e Debele (Benfica).

Equipa do Cuanza Sul segue os passos do 1º de Maio e Independente do Tombwa e entra para restrito grupo de vencedores da competição
Fotografia: M. Machangongo

No tempo regulamentar, as duas formações terminaram empatada a partida sem golos, onde o árbitro Rodrigues Aleixo teve influência no resultado, ao não assinalar um penalti a favor do Benfica, já na ponta final do encontro. 
O desafio iniciou com um ligeiro equilíbrio, mas o Libolo destacou-se nas acções ofensivas, onde procurava constantemente o golo. Mas, os benfiquistas, bem na organização defensiva, conseguiam anular sem dificuldades as movimentações atacantes dos campeões nacionais.
Sidney, do Libolo, sofreu uma falta à entrada da grande área quando se isolava para marcar o golo, após um contra-ataque rápido, mas na cobrança do livre a bola foi desviada para canto. Na cobrança do ponta de canto, o guarda-redes Élber, do Benfica empurrou Sidney, mas árbitro Rodrigues Aleixo deixou prosseguir o lance.Aos 31 minutos, os benfiquistas equilibraram a partida com jogadas rápidas pelas laterais, que obrigavam algumas cautelas defensivas ao Libolo.
Com esta atitude, Amaro, dos benfiquistas, numa jogada individual pelo lado esquerdo entrou na área e rematou forte contra o poste do guarda-redes Landu, mas nenhum companheiro fez a recarga.    
A primeira parte terminou com uma igualdade sem golos, onde em que alguns períodos o árbitro Rodrigues Aleixo foi brando nas punições disciplinares.  Na etapa complementar, as duas equipas patentearam um espectáculo sem qualidade, com muitos passes errados e falta de eficácia ofensiva de ambos os contendores.
Antes da expulsão de Kuagica, Rodrigues Aleixo deixou de assinalar, já na ponta final do de desafio, um penalti a favor do Benfica, quando um dos seus dianteiros foi empurrado na área por um defensor do Libolo.
Ao contrário das edições anteriores esta partida não marcou a abertura da presente época futebolística no país, que começou no dia 11 do corrente com o jogo entre Kabuscorp do Palanca e Recreativo do Caála, por 2-2, no estádio dos Coqueiros, para a primeira jornada do Girabola.
O desafio não se disputou inicialmente no dia 4 de Fevereiro, devido ao engajamento das duas equipas, no final de semana passado, na preliminar das competições africanas de clubes.

Tempo

Multimédia