Desporto

Novo técnico dos Palancas força reunião de emergência

António de Brito |

A direcção da Federação Angolana de Futebol (FAF) reúne-se hoje, às 15 horas, à porta fechada, na sua sede social, localizada na Urbanização Nova da Vida, com a indicação do novo treinador dos Palancas Negras a dominar o encontro, quando faltam 44 dias para o arranque do Campeonato Africano das Nações (CHAN), a decorrer de 13 de Janeiro a 4 de Fevereiro, em Marrocos.

Artur Almeida e Silva chama colegas para tomar decisão
Fotografia: Vigas da Purificação | Edições Novembro

Com o aproximar da prova africana, a FAF é obrigada a apresentar o nome do substituto de Roberto Bianchi, que em princípio deve acontecer na próxima semana, em conferência de imprensa, porque o tempo começa a escassear.
Descartada a possibilidade de entrada de um angolano à frente da equipa técnica, o elenco presidido por Artur Almeida optou por um treinador estrangeiro, com a aposta a recair para o mercado português.
Jorge Costa, ex-selecionador da selecção gabonesa, pelo que tudo indica, pode ser o próximo treinador da Selecção Nacional, por conhecer a realidade do futebol africano,  comunica-se em português e dispõe de um vago conhecimento da modalidade no país. Despedido em Fevereiro do cargo de treinador do Gabão, após o fracasso no CAN de 2017, disputado em território gabonês, o antigo “capitão” e central do FC Porto é nesta altura um técnico livre e disponível para assumir qualquer compromisso.

Presidente confirma
Contactado pelo Jornal de Angola, Artur Almeida, presidente de direcção da FAF, confirmou o encontro e recusou-se a comentar sobre o futuro seleccionador dos Palancas Negras. “É perfeitamente normal que todos queiram saber e conhecer o novo técnico, porque o CHAN está próximo. Estamos a criar as condições para apresentarmos o treinador na semana que vem. O nome e a proveniência do seleccionador, apenas no dia da apresentação”, declarou.

Tempo

Multimédia