Desporto

Palancas Negras limam arestas antes da viagem

António de Brito |

A Selecção Nacional de Honras de futebol realiza hoje às 16h00, no Estádio Municipal dos Coqueiros, a última sessão de treino, com o técnico SrdjanVasiljevic a focar a preparação da equipa na correcção e melhoria dos fundamentos técnico-tácticos colectivos, a seguir ao trabalho físico, tendo em vista a disputa da 5ª edição do Campeonato Africano das Nações (CHAN), que começa a 13 do corrente e termina a 4 de Fevereiro, em Marrocos.

Selecção Nacional realiza correcções na derradeira sessão de treino em território angolano
Fotografia: Vigas da Purificação | Edições Novembro

Na parte final da sessão, SrdjanVasiljevic reparte o grupo de jogadores, para a realização do habitual jogo treino em campo reduzido, a fim de fazer uma avaliação exaustiva do comportamento individual e colectivo dos atletas, depois de três semanas de intensa preparação.
Após o apronto, os jogadores interagem com os adeptos e efectuam uma sessão de autógrafos. Com 23 sessões de treino realizadas, em 18 dias, a Selecção Nacional segue amanhã para o local do torneio no máximo da força, mas leva nas pernas apenas um  amistoso, frente ao Domant FC.
Apesar do arranque tardio dos trabalhos, marcados pelas ausências dos jogadores do 1º de Agosto e do Petro de Luanda, campeão nacional e vice-campeão, o técnico sérvio montou supostamente uma equipa forte e coesa, de modo a garantir o apuramento para a outra fase da prova continental.
Dos 29 atletas convocados inicialmente, SrdjanVasiljevic teve de alargar para 34, sendo que na primeira triagem afastou 9, para ficar com 25. Na segunda filtragem, o treinador dos Palancas Negras afastou Bugos (Petro de Luanda) e Adó Pena (Sagrada Esperança), por opção técnica. Aparentemente, ambos não se encaixaram nos esquemas de jogo montados por Srdjan Vasiljevic.
No particular diante da formação do Bengo, Bugos e Adó Pena passaram à margem do jogo treino, tal como Kaporal que viria a fazer o “volte-face”, no intuito de constar dos 23 jogadores eleitos para o CHAN de Marrocos.

Conformado
Contactado pelo Jornal de Angola, Bugos referiu que respeita a opção do treinador, sublinhando que não vai cruzar os braços para voltar a integrar as futuras convocatórias da equipa nacional. “Estou perfeitamente tranquilo e sem qualquer ressentimento.Temos de estar preparados para tudo. Sempre respeitei as opções técnicas. Penso que não convenci o treinador, naquilo que pretendia. Agora só me resta continuar a trabalhar”, disse, para acrescentar:
 “Espero que a selecção prestigie a bandeira nacional no CHAN. Estou convencido de que iremos garantir a qualificação para a fase posterior. Estamos com uma excelente equipa.
O novo seleccionador é muito competente”, elogiou o reforço do Petro de Luanda, proveniente do Sagrada Esperança. Apesar de não ser primeira opção do treinador sérvio, Kaporal disputa com Moco a titularidade. O avançado do 1º de Maio de Benguela e segundo melhor marcador do Girabola Zap'2017, diz que está a trabalhar para fazer parte da equipa inicial.
“O meu forte é marcar golos. Quero ser primeira opção. Acabei por superar algumas dificuldades que enfrentei de início. Penso que estou pronto para servir a minha selecção, caso o técnico assim entender”.
A Selecção Nacional embarca amanhã para  a cidade de Casablanca, Marrocos, no máximo da força. Na próxima terça-feira, o conjunto angolano faz o derradeiro ensaio diante da Guiné Conacri, na perspectiva de aparecer ao melhor nível no jogo de estreia com o Burkina Faso no dia 16, pontuável para o Grupo D.
“Penso que este jogo surgiu na melhor altura. Estávamos a precisar de um amistoso com peso, para avaliarmos os pontos fortes e fracos da nossa equipa.Vamos aproveitar da melhor forma este desafio”, garantiu o técnico-adjunto Love Cabungula.
No dia 20, Angola joga com os Camarões, para a segunda jornada,  fechando a primeira fase a 24, frente ao Congo Brazzaville, no Estádio Adrar, em Agadir.
Estão à disposição do seleccionador nacional 23 jogadores, nomeadamente Landu, Jotabé e Rui (guarda-redes); Nari, Mira,Wilson, Tó Carneiro, Lito, Medá, Gui e Depaizo (defesas); Celson Barros, Paty, Mano Calesso, Almeida, Manguxi, Herenilson, Chiló, Vá e Job (médios); Fofó, Kaporal e Moco (avançados).

Tempo

Multimédia