Desporto

Palanquinhas seguem ambiciosos para Kitwe

António Cristóvão |

A Selecção Nacional Sub-20 de futebol viaja, hoje às 9h45, para a cidade de Kitwe, na Zâmbia, palco do torneio da Taça Cosafa, que começa a ser disputada  esta manhã no Estádio Arthur Davies, com o jogo entre Swazilândia e Malawi, para o Grupo A.

Fotografia: Edições Novembro

Os Palanquinhas estão no Grupo C, ao lado das selecções da Namíbia, Zimbabwe e Lesotho. A equipa nacional joga, nesta sexta-feira, às 10h30, no Estádio Arthur Davies, com a Namíbia, para conclusão da primeira jornada. Na abertura da ronda, Lesotho e Zimbabwe medem forças, amanhã, às 12h00, no Estádio de Nkana, também na cidade de Kitwe.
Angola volta a jogar no domingo, às 14h00, no Estádio de Nkana, com a similar do Zimbabwe, a contar para a segunda jornada. Antes, às 11h00, no mesmo recinto,  a Namíbia enfrenta o Lesotho.
Para a terceira e última jornada, a Selecção Nacional defronta o Lesotho na próxima terça-feira, às 14h00, no Estádio Arthur Davies.
Para Kitwe, Augusto Manuel “Leão”, chefe da equipa técnica, levou os guarda-redes Josué “Kidiaba” e Nsesani Simão, os defesas Meda, Tozé, Nandinho, Jorge, Quinito, Pepe e Rafa, os médios Bebo, Calebi, Pedro Agostinho, Vá, Catraio, bem como os avançados Isner, Pompom, Quintas e Gerson Mivo. Além do treinador “Leão” e os atletas, seguiram também o técnico assistente Bruno Malamba “Camara”, Daniel Muemba “Chila” (treinador de guarda-redes), Agostinho Costa (médico), Jorge Neto (fisioterapeuta), Raimundo Ngongue “Barbosa” (técnico de equipamento), Pedro dos Santos (supervisor) e Adão Costa, chefe da delegação.    
O grupo entrou em  concentração, ontem à tarde, numa das unidades hoteleiras no Rocha Pinto, depois do treino realizado no Estádio Nacional da Cidadela.
No treino, o corpo técnico ensaiou as situações de jogo, principalmente a organização defensiva, durante a cobrança de pontapés de cantos, livres frontais e nas diagonais. Neste aspecto, a equipa nacional voltou a apresentar problemas na finalização e as saídas para as acções ofensivas eram desordenadas.
Apesar de alguns desarranjos observados nas situações de jogo,  Augusto Manuel “Leão” garantiu à imprensa que o grupo está apto para chegar à final.
“Estamos prontos para a prova. O objectivo é chegar ao pódio. Penso que temos um grupo à altura das exigências. Vamos ver, se desta vez, conseguimos lutar pelo primeiro lugar", disse o seleccionador nacional.

Tempo

Multimédia