Desporto

Petro faz mini-estágio na cidade do Lubango

António de Brito

Aproveitando a pausa no campeonato, a equipa do Petro de Luanda cumpre a partir de hoje até à próxima quinta-feira, na cidade do Lubango, um mini-estágio, com o objectivo de manter o ritmo competitivo e elevar a confiança dos jogadores.

Durante o estágio de sete dias, o técnico Roberto Bianchi intercala a preparação com a realização de jogos de controlo. Na cidade do “Cristo Rei”, o hispano-brasileiro tenciona efectuar dois amistosos, para colmatar a paragem de duas semanas na competição. Na Huíla, o trabalho é redobrado, com a formação petrolífera a trabalhar de manhã e à tarde, no Estádio do Ferroviário.
A seguir à preparação, a formação petrolífera segue para Menongue, onde joga no dia 9 do corrente frente ao Cuando Cubango FC, desafio referente à 16ª jornada, a primeira  da segunda volta do Girabola.
Depois do estágio de pré-época em Benguela, Roberto Bianchi optou pela Huíla, por oferecer excelentes condições de preparação, como refere o porta-voz do clube, João Cláudio.”A Huíla dispõe de boas condições, para que a nossa equipa faça uma preparação tranquila. Queremos manter o grupo unido, bem como o bom momento que estamos a atravessar no campeonato”, salientou.
Para a deslocação à cidade do Lubango, Roberto Bianchi não conta com os préstimos dos lesionados Bugos, Manguxi e Gomito. Bugos termina a época mais cedo, após intervenção cirúrgica ao joelho direito. Gerson, Carlinhos e Mateus estão ao serviço dos Palancas Negras, que disputam a Taça Cosafa, na África do Sul.
Depois da excelente recuperação na ponta final da prova, João Cláudio garantiu que o Petro de Luanda vai surgir com uma outra postura na segunda volta do campeonato, já que o objectivo passa pelo resgate do título, que foge há nove anos. “ Não temos outra ambição a não ser esta. Estamos comprometidos com o troféu”.

Tempo

Multimédia