Desporto

Petro ganha reforços para a segunda volta

Arão Martins | Lubango

A integração de onze jogadores que estavam lesionados na primeira volta foi indicada ontem, pelo técnico do Petro de Luanda, Beto Bianchi, como o reforço do plantel, visando a disputa da segunda volta do Campeonato Nacional de Futebol da Primeira Divisão, Girabola, cujo arranque acontece este fim-de-semana.

Santos Pedro | Edições Novembro

Na abertura, os tricolores defrontam o Cuando Cubango FC, na cidade de Menongue. Em conferência de imprensa realizada no Lubango, Beto Bianchi, disse que na primeira volta, registou-se uma média de sete a onze atletas lesionados, que compõem o núcleo duro do plantel.
Com a recuperação dos mesmos, a equipa pode alcançar os objectivos traçados, que passam pelo resgate do título. Ao balancear a prestação, o técnico afirmou que os números são semelhantes aos do primeiro ano ao serviço do Petro, apesar de haver uma melhoria em termos de golos.
"Durante os três anos, estamos a manter um bom nível, o que dá segurança para disputar o título. O nosso objectivo é prosseguir com o trabalho que estamos a fazer, sem mudar nada, apesar da saída de jogadores de ano após ano, mas a meta é ser mais competitivo de jogo a jogo ", disse.
Bianchi realçou ainda que no futebol é impossível confiar nos números e o mais importante é ter um estilo e metodologia de trabalho, com um treinamento forte, disciplina e intensidade de modo a que os resultados em campo surjam.
Olhando para a estatística, o técnico hispano-brasileiro salientou que os números da primeira volta são relativamente importantes. “Se continuarmos a ter resultados semelhantes temos condições de disputar o título”, assegurou.
O treinador minimizou os golos marcados pelo avançado Tiago Azulão e acrescentou ser consequência de um trabalho colectivo. “Já tivemos jogos em que não esteve disponível e ganhamos. Logicamente que todo o treinador quer ter os melhores jogadores no seu plantel e o Azulão é um deles”.
 Para a segunda volta, a direcção da formação do Eixo Viário rescindiu de forma amigável os préstimos de Gomito e do avançado brasileiro Aricson. "O maior retoque para esta segunda volta é a recuperação dos onze jogadores. Para mim é como ir ao mercado e contratar novos atletas. O Petro está preparado para atingir os objectivos traçados pela direcção".
À entrada da segunda volta os tricolores ocupam a segunda posição com 27 pontos, resultante de sete vitórias, seis empates e  uma derrota.

Tempo

Multimédia