Desporto

Selecção de Futebol derrota Suazilândia

António Cristóvão |

Os Palancas Negras qualificaram-se, ontem, para a última eliminatória de apuramento para a fase de grupos da quarta edição do Campeonato Africano das Nações (CHAN), no próximo ano, no Ruanda, ao derrotarem sem dificuldades a similar da Suazilândia, por 2-0, no Estádio Nacional 11 de Novembro, em jogo referente à segunda mão da eliminatória da  competição.

Gelson marcou os dois golos de Angola
Fotografia: M. Machangongo

O avançado Gelson, do 1º de Agosto, nova promessa do ataque do combinado nacional, apontou os dois golos de cabeça, na sequência de cruzamentos. Em três jogos pelos Palancas Negras, Gelson já leva quatro tentos apontados. Antes do segundo tento de Gelson, o árbitro do Botswana, Lekgotla Leonard Johannes, anulou bem um golo de Ary Papel, por este ter ajeitado a bola com mão, para concluir com êxito o cruzamento na área dos suazis.
Os Palancas Negras mereceram a qualificação para a segunda e última eliminatória de qualificação, pois durante o tempo regulamentar o conjunto criou as melhores oportunidades de golos, e fez  tudo para vencer.
Já os adversários, que optavam pelos contra-ataques rápidos para surpreender os Palancas Negras, também tiveram boas ocasiões para marcar, mas o guarda-redes Mário soube evitar o pior.   
Na primeira parte, os Palancas Negras, com um ou outro erro, chegaram mais vezes à baliza dos suázis, mas com alguma ineficácia do ataque para finalizar com êxito as jogadas combinadas treinadas durante a semana. Já na ponta final da etapa inicial do encontro, a selecção da Suazilândia também criou embaraços ao sector defensivo dos Palancas Negras, que se mostrou desconcertado e com  alguma falta de organização, causado pelo cansaço.
Na etapa complementar, o guarda-redes Mário conseguiu evitar um lance de golo dos suazis, depois de uma falha na organização defensiva dos Palancas Negras, com os centrais Kuagica e Fabrício a mostrarem falta de sincronia e entrosamento. 
A Selecção Nacional criava mais oportunidades de golos quando jogava pelas laterais, mas com muita perdularidade dos atacantes, por falta de concentração e eficácia.
Com esta vitória, a Selecção Nacional de Futebol de Honras aguarda pelo vencedor da eliminatória entre África do Sul e Maurícias, no próximo mês de Outubro, com a primeira mão a ser jogada no exterior do país.
Na partida da primeira mão, disputada há duas semanas na cidade de Mbabane, capital da Suazilândia, a Selecção Nacional permitiu  o empate ao adversário, depois de ter estado em vantagem de dois golos.
O CHAN, prova disputada de 16 de Janeiro a 7 de Fevereiro de 2016, no Ruanda, é um torneio que junta 16 países, criado pela Confederação Africana de Futebol (CAF), exclusivamente para atletas que jogam nos campeonatos dos respectivos países. A Líbia é a actual campeã, ao triunfar em 2013, na África do Sul, enquanto Angola falhou a qualificação.

                                     FICHA TÉCNICA

ANGOLA (2) - SUAZILÂNDIA (0)

Estádio Nacional 11 de Novembro
Espectadores: 35 mil pessoas
Comissário: Jean-Didier Massamba Malunga (RDC)
Árbitro: Lekgotla Leonard Johannes (Botswana)
1º Assistente: Moemedi Monakwane (Botswana)
2º Assistente: Bakwena Simankalele (Botswana)
4º Árbitro : Omphile Ohuthego (Botswana)
Angola: Mário, Fabrício, Kuagica, Job (Fredy), Gelson, Gilberto (Cap), Manucho Dinis, Amaro, Dário, Ary Papel e Mingo Billy.
Treinador: Romeu Filemon

Suazilândia: Mphikeleli, Tony Tsabedze, Sifiso Mabia, Sanele Mkhweli, Syabonga Mdculi, Machawe Dlamini, Njabuco Ndlovu, Mcolisi Lukhele, Sabeco Nsinisia, Zweli Nxumalo e Mthwazi Mkhontfo.
Treinador: Harries Bucunga (suazi).

Ao intervalo: 1-0.
Marcha do marcador: 1-0, por Gelson, aos 31 minutos, 2-0, Gelson (86 minutos).
Resultado final: 2-0.

Tempo

Multimédia