Desporto

Técnico do Asa está confiante na permanência

António de Brito |

O ASA tem passado por essas vicissitudes no Girabola Zap, nas três últimas temporadas, por força da falta de qualidade do plantel, já que o clube enfrenta sérios problemas financeiros para formar um plantel competitivo.

Treinador dos aviadores aposta no atrabalho desenvolvido no aeroporto
Fotografia: José Soares | Edições Novembro

Com 26 pontos, em 13.º lugar, os aviadores precisam de duas vitórias e um empate para garantir a manutenção, isso a contar com os resultados das equipas que estão na zona de despromoção, casos do Bravos do Maquis, Académica do Lobito, Progresso da Lunda-Sul e JGM.
Dos 75 pontos possíveis, o ASA não atingiu a casa dos 30. Atravessa uma crise de resultados, à semelhança da primeira volta, onde em 12 jogos fez apenas oito pontos.
A direcção de Elias José trocou João Machado por Paulo Saraiva, que assegura que o ASA vai permanecer no Girabola Zap: “Confio na minha rapaziada e no trabalho realizado. Sabemos das dificuldades a encontrar, mas estou convencido de que vamos continuar na I Divisão.”
O ASA defronta o Kabuscorp do Palanca, JGM do Huambo, Recreativo da Caála,1.º de Agosto e Académica do Lobito.  “Nunca baixámos de divisão, desde o inicio do Girabola. Não será desta vez”, afirmou o treinador.

Tempo

Multimédia