Desporto

Técnico Hélder Teixeira deixa comando da Caála

António Cristóvão |

O treinador Hélder Teixeira, 47 anos, confirmou ontem ao canal desportivo da Rádio Nacional de Angola (RNA), Rádio Cinco, na cidade do Huambo, a sua demissão do comando técnico do Recreativo da Caála, numa rescisão amigável com o clube.

Treinador anuncia rescisão amigável
Fotografia: M. Machangongo

“Foi uma rescisão amigável. Não houve problema nenhum. Tomei a decisão de solicitar a minha demissão. Não é pelo facto de obter duas derrotas”, justificou o técnico.
Para Hélder Teixeira, apesar do Recreativo da Caála ocupar a 15.ª posição da tabela classificativa do Girabola Zap, sem pontuar, tendo averbado duas derrotas e consentido quatro golos, a equipa tem uma estrutura forte. “Penso que a equipa está forte. O conjunto, apesar de perder em duas ocasiões no Girabola Zap, joga bem”, destacou o treinador à Rádio Cinco.  
Hélder Teixeira diz ter cumprido com o seu objectivo como chefe da equipa técnica do Recreativo da Caála no Girabola Zap, apesar das duas derrotas e a posição que ocupa na prova. “Saio de cabeça erguida. A minha missão foi cumprida. Gostaria  de ser campeão pelo Caála. A equipa tem duas derrotas, mas não vem daí a minha solicitação de demissão”, explicou o treinador. Hélder Teixeira estreou-se no comando técnico do Recreativo da Caála em 2008, no Campeonato Nacional de Futebol da II Divisão. Depois orientou o Benfica do Huambo e também passou pelo Cafanda do Bengo (II Divisão).
Esta é a primeira “chicotada psicológica” no Girabola Zap, que começou no mês de Fevereiro, com a participação de 16 equipas. Na época passada, Hélder Teixeira rendeu João Arsénio “Túbia” no comando técnico e conseguiu evitar a despromoção para a II Divisão.

Tempo

Multimédia