Desporto

Técnico Ivo Traça reconhece desaire

António Cristóvão |

Ivo Traça, técnico assistente de Dragan Jovic no 1.º de Agosto, reconheceu ontem a derrota frente ao Petro de Luanda. Felicitou o adversário pelo 11.º título conquistado da Taça de Angola em futebol.

Adjunto de Dragan Jovic reconheceu o mérito dos tricolores
Fotografia: Paulo Mulaza | Edições Novembro

“O Petro mereceu o título. Agora vamos descansar, para preparar a próxima época futebolística”, disse, visivelmente triste.  
Para Ivo Traça, antigo médio do conjunto do Rio Seco e dos Palancas Negras, as equipas proporcionaram um bom espectáculo.
“Foi uma grande partida de futebol. As duas equipas entraram bem no jogo e mostraram que podemos ir mais longe. Devemos dar os parabéns ao Petro de Luanda, pelo que fiz durante o ano”, declarou. Tomás Faria, presidente do Petro de Luanda, mostrou-se feliz com o triunfo da sua equipa e pela qualificação para fase preliminar da Taça Nelson Mandela, no próximo mês de Fevereiro, como vencedor e não finalista derrotado.
“As Afrotaças sempre foram uma ambição da direcção do Petro”, destacou à imprensa, satisfeito pela conquista do primeiro troféu à frente da direcção do clube, contrariando o seu director para o Futebol, Sidónio Malamba, que desvalorizou a vitória da Taça de Angola como a salvação da época.
No princípio deste ano, na sede do clube no Eixo Viário, Tomás Faria disse em conferência de imprensa que um dos objectivos dos tricolores era a luta pelo título do Girabola Zap, no caso de conseguir o apuramento para a fase de grupos das Afrotaças.

Tempo

Multimédia