Desporto

Tricolores e polícias medem forças

António Cristóvão|

Petro de Luanda e Interclube disputam, hoje às 17h00, no Estádio Nacional 11 de Novembro, no município de Belas, o jogo de destaque na antecipação da terceira jornada do Girabola'2015, numa tarde que inscreve também o desafio entre Kabuscorp do Palanca e Académica do Lobito, esta tarde no Estádio Municipal dos Coqueiros.

Interclube pretende consolidar a condição de líder da competição frente a um Petro moralizado e sem a pressão de lutar pelo título
Fotografia: Santos Pedro

Estes encontros foram antecipados pela Federação Angolana de Futebol (FAF), devido ao envolvimento neste final de semana do Petro, Benfica de Luanda, Kabuscorp e Recreativo do Libolo, na preliminar de apuramento para a fase final de grupos da Taça Nelson Mandela (CC) e Liga dos Clubes Campeões Africanos (CL).
O Petro joga com o Volcan Club de Moroni, das Ilhas Comores, no Estádio Nacional 11 de Novembro, ao passo que o Kabuscorp recepciona o Lydia Ludic, do Burundi, nos Coqueiros, ambas as partidas a contar para a segunda mão da competição africana.
No desafio de destaque do Girabola, Petro e Kabuscorp entram em campo moralizadas pelas vitórias alcançadas na jornada anterior sobre o FC Bravos do Maquis (2-1) e Sporting de Cabinda (5-2).
Os tricolores do Catetão e os Polícias entram praticamente no máximo da força, num desafio onde o favoritismo é repartido, apesar de os tricolores jogarem na condição de anfitriões. Nos desafios já disputados entre si no Girabola, o Petro leva vantagem de 19 triunfos, contra dez do Interclube.
Para este embate, o Conselho Central de Árbitros de Futebol de Angola (CCAFA) nomeou o Rodrigues Aleixo, do Huambo, tendo como assistentes Rosário Cassinda e Nicodemos Calembela, enquanto Leopoldo Braga Mavunza é o comissário. 
Ainda hoje, às 16h00, no Estádio Municipal dos Coqueiros, o vice-campeão, Kabuscorp, que começou a prova com dois empates, recebe a regressada Académica do Lobito, num desafio em que os anfitriões são indubitavelmente favoritos, mas têm de se acautelar para evitar algum dissabor, pois o adversário vem moralizado com a prestação no jogo anterior, onde surpreendeu um candidato ao título.
Mauro de Oliveira é o árbitro nomeado pelo CCAFA, enquanto Domingos Francisco e Celestino Ngolomboli são os juízes assistentes do encontro. A ronda do Girabola prossegue sábado com os encontros Sagrada Esperança-Progresso da Lunda Sul, às 15h00, no Dundo, ao passo que o 1º de Agosto vai ao reduto do FC Bravos do Maquis no Luena. Domingo, às 15h30, o Domant FC recebe o Recreativo da Caála, no campo da Açucareira, em Caxito.
O Desportivo da Huíla joga no dia 13 de Maio, às 15h00, no estádio da Tundavala, com o Recreativo do Libolo, ao passo que o Progresso do Sambizanga aguarda pela data definitiva para a partida com o Benfica de Luanda, para a conclusão da terceira jornada da prova.

Tempo

Multimédia