Desporto

Tunísia resiste até a cabeçada de Kane dar vitória à Inglaterra

Foi com o cabeceamento de Harry Kane nos descontos que a Inglaterra venceu a Tunísia na estreia no Mundial. O avançado do Tottenham bisou e foi a figura de um encontro complicado para os ingleses. O empate manteve-se durante muito tempo e a Tunísia esteve à beira de provocar nova surpresa nesta edição mas o capitão inglês salvou a equipa à beira do fim.

Fotografia: DR

Depois de uma grande primeira parte, a selecção dos três leões ainda amansou no segundo tempo, mas a crença e os lances de bola parada (têm sido importantes na competição) fizeram a diferença.
Num sistema com uma linha de cinco e um meio-campo criativo rápido, a Inglaterra começou a partida a todo o gás. Posse de bola, domínio territorial e duas grandes oportunidades, por Lingard e Stones, que fizeram brilhar (e de que maneira) o guardião tunisino.
A Suécia venceu a Coreia do Sul, por 1-0, na primeira ronda do grupo F. O golo surgiu aos 65 minutos de penaltie, assinalado pelo VAR. E Andreas Granqvist, capitão sueco, não desperdiçou. Com este resultado, a Suécia fica com os mesmos pontos do México.
A Bélgica entrou com o pé direito no grupo G, derrotando o Panamá, por 3-0, em Sóchi. Com um golo soberbo, Dries Mertens abriu o marcador ao minuto 47, seguindo-se um "bis" de Romelu Lukaku, aos 69 e 75 minutos, para dar mais cor ao resultado para os belgas.

Tempo

Multimédia