Desporto

Futuro do andebol é jogado no Huambo

O Grupo Desportivo 4 de Abril, da Lunda-Sul, e o Atlético Clube da Madeira, de Luanda, são as duas primeiras equipas a entrar em cena, no próximo dia 4 de Janeiro, no Pavilhão Anexo, na cidade do Huambo, em partida a contar para a primeira jornada do Campeonato Nacional de juvenis masculinos.

Em femininos, Ara da Gabela e 1.º de Maio abrem a competição, no mesmo recinto, cerca de hora e meia depois. A 38.ª edição dos nacionais conta com 16 formações femininas e 15 masculinas, em representação das províncias de Cabinda, Huambo, Huíla, Cuanza-Sul, Luanda, Lunda-Sul, Malanje, Namibe e Uíge.
A cerimónia de abertura da prova está agendada para as 15h30, após a realização de sete partidas de manhã. O elevado número de equipas participantes obriga a organização a realizar 15 jogos por dia, repartidos entre o pavilhão Osvaldo Serra Van-Dúnem e o anexo.
O 1.º de Agosto venceu a edição anterior, em femininos, ao derrotar na final o seu Núcleo de Benguela, por 25-18. Militares e o seu núcleo benguelense continuam a ser as principais candidatas ao título, na presente edição.
Em masculinos, o Renascimento do Uíge é o actual detentor do título e sério concorrente à sua própria sucessão.
Em ambas as classes, a prova é disputada no sistema de todos contra todos, na primeira fase, com as equipas repartidas por quatro séries. Seguem-se os quartos-de-final, meias-finais e finais. O 1.º de Agosto, 1.º de Maio, Misto do Moxico e Ara da Gabela estão enquadrados na série A, em femininos, enquanto na B  vão competir Núcleo do 1.º de Agosto de Benguela, Petro do Huambo, Marinha de Guerra e Atlético do Namibe. No grupo preliminar C foram sorteadas a Escolinha S. João do Huambo, Grupo Desportivo de Cacuso, de Malanje, Electro do Lobito e Petro de Luanda. Na série D, estão Grupo Desportivo Maculusso, Chicapa da Lunda Sul, Mora do Virei do Namibe e Sporting de Cabinda.
O Renascimento do Uíge, actual campeão nacional, encabeça a série A, em masculinos, a par do 1.º de Agosto, Recreativo da Chicapa e Mora do Virei. No grupo B, a Escolinha de S. João vai competir com Cacuso de Malanje, Santa Rita de Cássia do Uíge e Atlético do Namibe, enquanto o 4 de Abril da Lunda-Sul, Ara da Gabela, Atlético da Madeira e Petro do Huambo integram a série C. No grupo preliminar D estão enquadras as formações do Sporting de Cabinda, Interclube e Águias Sport Clube da Cafa da Huíla.

Tempo

Multimédia