Desporto

Giza Áquila continua a carreira em França

Teresa Luís

A internacional angolana pelas selecções jovens de andebol feminino, Giza Áquila, viaja a 28 do corrente para França, onde durante três anos prossegue a formação académica e a carreira desportiva, segundo revelou o técnico do Desportivo da Marinha, José Chuma.

Polivalente de 19 anos, 1,74 de altura e 63 quilos, conta com uma média de nove golos por jogo. Em declarações ao Jornal de Angola, José Chuma afirmou que a jovem atleta começou a jogar no Santos FC, tendo integrado depois o 1º de Agosto.
“A Giza sempre teve um desempenho acima da média e esteve em quase todas as selecções. Disputou o Campeonato do Mundo da Hungria de juniores, e é campeã nacional da mesma categoria. O principal foco da ida à França é a formação. Pretende dar continuidade ao curso de Geologia e Minas. Mas há um clube interessado em contratá-la. Ainda é prematuro avançar o nome”.
Em entrevista à Rádio Cinco, a jogadora garantiu estar disponível para continuar a ajudar a equipa, caso seja chamada para o efeito. “Sempre almejei concluir a minha formação no exterior. No entanto, sempre que for possível estarei aqui para contribuir na conquista de títulos”.
Relativamente à adaptação em solo francês: "sempre tive contacto com a língua francesa. Estive na Aliança Francesa e eventualmente faço um curso intensivo".
Além de Giza Áquila, Isabel Evelize Wangimba Guialo “Belinha” do 1º de Agosto também prossegue a carreira no Kisvárdai Kézilabda Club da Hungria, após vestir a camisola do Atlético Guardes de Espanha em 2015, com Liliana Venâncio e Juliana Machado.

Tempo

Multimédia