Desporto

Governo mobiliza ajuda para o Santa Rita FC

António de Brito

O Santa Rita de Cássia do Uíge sempre vai competir na 41ª edição do Campeonato Nacional de Futebol da I Divisão,Girabola, depois do anúncio da provável desistência por razões financeiras, quando restam 12 dias para o pontapé de saída da prova.

“Católicos” esperam apoios para disputarem o Girabola
Fotografia: Agostinho Narciso | Edições Novembro

Preocupado com a situação, o governo da província do Uíge prometeu angariar apoios para a campanha do Santa Rita na maior festa futebolística do país. Mpinda Simão, governador do Uíge, vai reunir dentro de dias com empresários locais, no intuito de encontrar os apoios necessários para o representante da província no campeonato.
“Temos garantias de apoios do Governo do Uíge. O senhor governador vai manter dentro de dias um encontro com os empresários da província, para que o Santa Rita não desista do campeonato”, disse ao Jornal de Angola o presidente do clube, N'solani Pedro.
Para que a equipa faça uma prova sem sobressaltos, a direcção do Santa Rita necessita de 225 milhões de kwanzas. “Com este montante, estamos em condições de fazer um campeonato tranquilo e manter a equipa na primeira divisão. Estou convicto de que os apoios vão surgir”, assegurou o dirigente desportivo.
O Santa Rita realiza o es-tágio de pré-época em Luanda, onde amanhã faz o primeiro jogo treino diante do Cuando Cubango FC. Os “católicos” garantiram os reforços de cinco jogadores vindos do Petro de Luanda, casos de Eliseu, Kizaka, Mano Mano, Benvindo e GTI.
À semelhança da equipa do Uíge, o Sporting de Cabinda regista atrasos no arranque dos trabalhos de preparação. Hoje, a formação leonina efectua a sétima sessão de treino, no Estádio Municipal do Tafe, após a sangria sofrida no plantel. Onze jogadores titulares da época passada rumaram para outros emblemas, por força das dificuldades financeiras do clube.

ASA mais reforçado

Com o objectivo de garantir amanutenção, após o regresso esta época à primeira divisão, o ASA reforçou-se com Fofó, Catraio e Gogoró (cedidos pelo 1º de Agosto) e Medá (ex-Domant do Bengo).
No próximo sábado, a formação aviadora apresenta o plantel aos sócios e adeptos, no jogo particular com o Petro de Luanda.                                                                                          

 

Tempo

Multimédia