Desporto

Hamilton e Vettel em duelo a dois

Altino Vieira Dias

O Grande Prémio da Bélgica, no campeonato de Fórmula 1 desde 1950, é disputado amanhã no circuito de Spa-Fracorchamps. O piloto com mais vitórias (6) no circuito é o alemão Michael Schumacher. 

Foi também em Spa-Francorchamp que obteve a  primeira vitória ao volante de um Benetton Ford e as outras pela Benetton Renault e a Ferrari. Lá, Schumi já viveu maus momentos. O mais marcante, pela negativa, foi quando o escocês David Coulthard teve uma má atitude, e atirou o seu McLaren Mercedes ao Ferrari do alemão, o que facilitou muito na decisão do título mundial, a favor do seu colega de equipa, que era  o finlândes Mika Hakkinen. O circuito    belga teve como último vencedor Lewis Hamilton.O nome do vencedor do Grande Prémio de “Spa”, que se disputa hoje, é ainda uma incógnita, mas já está a mexer com os aficcionados.
Serão Valtteri Bottas, da Mercedes, e Kimi Raikkonen, da Ferrari, que têm sido superados, quase sempre, pelos seus colegas de equipa, Lewis Hamilton Mercedes e Sebastian Vettel, respectivamente, capazes de dar luta a estes?
Nesta altura, quer Vettel quer Hamilton têm desafios muito claros. O inglês quer  vencer para aumentar a diferença de pontos em relação a Vettel, principalmente, e dos restantes pilotos que podem lutar pelo título. Vettel ambiciona ganhar, para reduzir a diferença de Hamilton ou regressar mesmo à liderança.
Se de um lado, temos os colegas de Hamilton e Vettel a quererem também vencer o GP da Bélgica, do outro, estão Daniel Ricciardo e Max Verstappen a desejarem desfazer o prognóstico e ganhar em “Spa”.
Serão os Red Bull, que se apresentaram nas corridas passadas, ao seu pior nível em termos de performance, capazes de dar luta à Ferrari e à Mercedes?Raikkonen mais uma vez irá lutar para terminar o seu “jejum” de vitórias que dura há mais de seis anos, mas Bottas também deseja continuar na disputa pelo título. 

     

 

Tempo

Multimédia