Desporto

Hamilton supera rivais no santuário da Ferrari

Lewis Hamilton  venceu ontem, no circuito de Monza, após sobreviver a um toque com o rival Sebastian Vettel, na primeira volta do Grande Prémio de Itália, e ultrapassou Kimi Raikkonen nas últimas voltas da corrida, para regressar às vitórias em casa da Ferrari.

Piloto britânico saiu vitorioso do Circuito de Monza na Itália
Fotografia: DR

O líder do campeonato atacou no arranque e colocou-se por fora na segunda chicane, para ultrapassar Vettel e ascender à segunda posição, numa manobra que acabou com um pião do alemão que o atirou para o penúltimo lugar.
Raikkonen manteve a liderança durante grande parte da corrida mas, numa estratégia perfeita da Mercedes, foi abrandado por Valtteri Bottas e viu um Hamilton com pneus mais frescos chegar à sua traseira e ultrapassá-lo na primeira curva.
Max Verstappen foi o terceiro a cortar a meta mas uma penalização de cinco segundos por causar um incidente com Valtteri Bottas fez com que o piloto da Red Bull caísse para quinto e entregasse o pódio ao finlandês da Mercedes.
Numa segunda metade da corrida realizada com os pneus supermacios, Vettel atacou e também beneficiou da penalização de Verstappen para diminuir os estragos e ser quarto.
Romain Grosjean esteve em bom plano e repetiu o sexto lugar alcançado na qualificação, terminando na frente dos Racing Point Force India de Esteban Ocon e Sergio Perez.
Carlos Sainz levou o Renault ao nono posto e Lance Stroll colocou o Williams de novo nos pontos ao ser décimo, na frente do outro FW41 de Sergey Sirotkin.
Depois de partir da última linha da grelha, Daniel Ricciardo voltou a não ter a sorte do seu lado e abandonou com um problema na nova especificação da unidade de potência do motor Renault.
Brendon Hartley envolveu-se num toque com Marcus Ericsson na primeira volta e também abandonou, enquanto Fernando Alonso não terminou devido a um problema no McLaren.

Tempo

Multimédia