Desporto

Ivo Traça faz contas com o apuramento

Armindo Pereira

O técnico-adjunto da equipa do 1º de Agosto, Ivo Traça mostrou-se confiante numa “boa campanha” e consequentemente na passagem dos militares à fase seguinte da presente edição da Liga dos Clubes Campeões Africanos de futebol, cujo sorteio aconteceu ontem, na cidade do Cairo, capital do Egipto.

Adjuntos de Dragan Jovic tem conhecimento dos adversários
Fotografia: Contreiras Pipa | Edições Novembro

Reagindo ao sorteio que colocou o campeão nacional no Grupo A, ao lado do TP Mazembe (RDC), Zesco United (Zâmbia), Zamalek FC (Egipto) e Generacion Foot (Senegal), o adjunto de Dragan Jovic acredita que se os rubro e negros elevarem os níveis de confiança podem fazer boas exibições dentro e fora de casa.
“Não deixa de ser um grupo complicado. Em princípio vamos defrontar duas equipas que já ganharam o título africano de clubes. O nosso objectivo é chegar a próxima etapa. Apesar do favoritismo teórico dos congoleses e egípcios, temos bem definidas as nossas ambições. Para tal, temos de fazer bem o trabalho de casa, e estar à altura dos desafios. Os jogadores só precisam de estar compenetrados e acreditarem”, salientou.
Traça considera um “bom presságio” começar a trajectória dentro de portas, diante dos congoleses. Depois da eliminação prematura na edição passada, a direcção do clube do Rio Seco promete fazer um “scouting” de todos adversários, revelou o técnico da equipa tetra-campeã.
O Petro de Luanda é o outro representante angolano na prova sob égide da Confederação inserido do Grupo C, com o Mamelodi Sundowns (África do Sul) USMA (Argélia) e Wydad Athlectic (Marrocos). O Jornal de Angola tentou obter reacções dos responsáveis da agremiação tricolor mas não foi bem sucedido.

Tempo

Multimédia