Desporto

Kássia César quer regressar à selecção

Teresa Luís

O regresso  à Selecção Nacional de andebol sénior feminina e à equipa do 1º de Agosto, é a meta perseguida pela lateral esquerda, Kássia Cé-sar, 24 anos, 1,84 metros,  actualmente ao serviço da SAD Madeira, de Portugal, cujo contrato termina na próxima época.

Em declarações ao Jornal de Angola, a internacional angolana, formada no Kabuscorp do Palanca, com passagem pela formação militar, afirmou que trabalha de modo a alcançar outros patamares na carreira.
“Só com determinação, posso voltar à ingressar na selecção. Felizmente, a SAD Madeira reúne as condições necessárias à minha progressão. Desejo conquistar o maior número de títulos, ser uma dos destaques do campeonato e mostrar o meu potencial”, disse Kássia César.
Após vencer, no mês passado, a Supertaça de Portugal, a andebolista mostra-se motivada a disputar o Campeonato Africano das Nações (CAN) que vai decorrer de 2 a 12 de Dezembro, no Congo Brazzaville.
“Quero voltar em grande, com determinação, força e vou alcançar os meus objectivos”.
A SAD Madeira, de Portugal, foi fundada a 29 de Setembro de 1998, sediada no Funchal, é o maior clube de andebol da Região Autónoma da Madeira. Apesar da sua idade, relativamente nova, domina as competições nacionais femininas, com vários títulos conquistados.
Kássia César foi campeã nacional júnior, pelo Kabuscorp do Palanca e africana de juniores, em cadetes. No ano passado, integrou a primeira convocatória de Morten Soubak, no âmbito da preparação para o Mundial da Alemanha.

 


Tempo

Multimédia