Desporto

Lewis Hamilton acumula recordes

Na temporada que garantiu o seu (e o da equipa) pentacampeonato, Hamilton igualou o seu recorde de vitórias no ano, com 11. A primeira vez que o piloto chegou a esse número foi no seu primeiro título com a Mercedes, em 2014. As seis vitórias conquistadas nas últimas nove corridas no ano colaboraram para que o piloto igualasse a marca histórica.

Fotografia: DR

Se Hamilton já não tivesse brilhado o bastante em 2018, o piloto adicionou um novo recorde ao seu caderninho. Ao fechar o ano com chave de ouro, vencendo o GP de Abu Dhabi, o britânico quebrou a marca dos 400 pontos (terminou com 408), tornando-se o primeiro piloto na história da F1 a realizar o feito e superar a marca dos 3 mil pontos.
Quem viu o começo de ano de Verstappen, com incidentes nas seis primeiras provas, mal imaginava que o holandês terminaria a temporada em quarto, à frente do companheiro e de Valtteri Bottas. Mas depois de bater sozinho em Monaco e desperdiçar a hipótese de largar da primeira fila, o piloto mudou. Verstappen recuperou-se, venceu duas corridas (Áustria e México) e terminou o ano com cinco pódios consecutivos.
E com a sua última vitória, no México, Verstappen chegou ao quinto triunfo da carreira. E isso fez com que o holandês quebrasse um recorde inusitado, tornando-se o piloto que mais venceu sem jamais partir da pole, superando nomes como Bruce McLaren e Eddie Irvine. Mas isso fez com que Max perdesse a possibilidade de tornar-se o piloto mais jovem a “cravar” a pole, marca que pertence a Sebastian Vettel, anotada aos 21 anos e 72 dias no GP da Itália de 2008, pela modesta STR.

Tempo

Multimédia