Desporto

Luanda testemunha disputa da 13ª edição do Nacional de corta-mato em atletismo

A XIII edição do Campeonato Nacional de Atletismo de Corta-mato para atletas com deficiência, em ambos os sexos, disputa-se sábado, às 8h30, no quilómetro 44 (km 44), no distrito de Bela Vista, em Luanda, com a participação de 151 atletas das 18 províncias do país.

Fotografia: José Soares | Edições Novembro

A XIII edição do Campeonato Nacional de Atletismo de Corta-mato para atletas com deficiência, em ambos os sexos, disputa-se sábado, às 8h30, no quilómetro 44 (km 44), no distrito de Bela Vista, em Luanda, com a participação de 151 atletas das 18 províncias do país.
O comité organizador repartiu as provas em classes, juvenis feminino e masculino e vão correr numa distância de dois e quatro quilómetros, respectivamente.
Os atletas em juniores feminino percorrem os seis quilómetros, enquanto os masculinos correm oito.
Seniores femininos e masculinos vão correr em simultâneo, mas nas distâncias de oito e dez quilómetros.
O secretário-geral do Comité Paralímpico Angolano (CPA), António da Luz, disse que as delegações desportivas são aguardadas no local da prova entre quinta e sexta-feira.
As comitivas ficam alojadas no Centro Profissional de Reabilitação Física de Viana (CPRFV), no município de Viana.
Para a corrida estão inscritos atletas da província do Bié, Bengo, Benguela, Cabinda, Cuando Cubango, Cuanza-Norte, Cuanza-Sul, Cunene, Huambo, Huíla, Luanda, Lunda-Norte, Lunda-Sul, Malanje, Moxico, Namibe, Uíge e Zaire.
A edição anterior foi disputada em Abril do ano passado, na cidade de Ndalatando, província do Cuanza-Norte. Na ocasião, os atletas do Huambo sagraram-se vencedores com três medalhas de ouro e uma de prata.
José Chamuleia, é uma das principais referências da modalidade. Em feminino, Beatriz Liombo é outro dos destaques. Chamuleia e Liombo são favoritos à vitória.

 


Tempo

Multimédia