Desporto

Lutadores de Luanda recebidos em audiência

Armindo Pereira

Os membros da direcção da Associação Provincial de Artes Marciais Mistas de Luanda (APMMAL) são recebidos hoje, às 10h00, na sede do Gabinete Provincial da Saúde para abordar os últimos detalhes sobre questões relacionadas com as medidas de biossegurança, antes do possível retorno da competição no próximo mês do Outubro.

Fotografia: DR

A informação foi avançada ao Jornal de Angola, sábado último, pelo presidente da APMMAL, Armando Diogo “Scott”, no final da reunião entre associados.
Depois de cumpridos os primeiros trâmites que a Comissão Intersectorial de Gestão das Medidas contra a Expansão da Covid-19 exige, o organismo aguarda “pela luz verde” daquela entidade sanitária.

“Temos criadas as medidas de biossegurança; as mesmas serão conferidas pelos técnicos da Saúde, além do acordo com uma empresa de seguro e gestores de unidades hoteleiras. Esta reunião será a última e acredito que, até Outubro, vamos arrancar com as provas oficiais”, argumentou o responsável.

Além da pandemia da Covid-19, discutiram sobre as novas regras das artes marciais, bem como a importância de clubes e promotores de eventos se filiarem à APMMAL.

“Um promotor teria de passar por muita burocracia para realizar o evento sem estar legalizado no Gabinete Provincial da Acção Social, Cultura, Juventude e Desportos de Luanda. Neste caso, vamos fazer a ponte, daí a necessidade de se filiarem à Associação”, esclareceu Scott.

Na ocasião, Walter Faustino “Lobão”, presidente da Mesa da Assembleia-Geral, pediu que cada membro seja porta-voz da mensagem por haver um número considerável de academias e promotores ilegais.

Tempo

Multimédia