Desporto

Marinha e 1º de Agosto discutem vaga na final

Teresa Luís

Desportivo da Marinha e 1º de Agosto discutem hoje, a partir das 19h00, a presença na final da 41ª edição do Campeonato Nacional sénior feminino de andebol, que se disputa no Pavilhão Principal da Cidadela até amanhã.

Confronto entre militares promete ser bastante renhido
Fotografia: Kindala Manuel | Edições Novembro

Com objectivos distintos, as marinheiras tecnicamente orientadas por José Chuma ambicionam melhorar o terceiro lugar de 2018, enquanto as militares às ordens de Morten Soubak estão focadas no resgate do título.
As agostinas são em princípio favoritas à vitória, embora a Marinha possa equilibrar os números, caso lhe seja permitido. Com um plantel mais coeso, onde se destacam Albertina Kassoma, Isabel Guialo, Helena Paulo e Eneleidys Guevara, do lado do Desportivo Tcheza Pemba, Marta dos Santos, Giza Marques, Sweli Simão e companheiras precisam de estar cautelosas, sob pena de verem a quadra inclinada.
Na outra meia-final, o Petro de Luanda defronta o 1º de Agosto “B”, às 17h00. O encontro entre as pupilas de Vivaldo Eduardo e as de Nelson Catito é o mais equilibrado. Ontem, na decisão do quinto lugar, a Casa do Pessoal do Porto do Lobito jogou com o Progresso Sambizanga, ao passo que ASA e Atlético do Namibe disputaram o sétimo posto.
Em masculinos, na primeira meia-final o Interclube mede forças com o Desportivo da Marinha, com teórica superioridade dos "polícias". Os marinheiros na fase regulamentar perderam por 17-25.
Duas horas depois, entram em cena 1º de Agosto e Petro de Luanda. Os "militares" orientados por Filipe Cruz querem repetir a proeza da primeira fase, em que triunfaram por 29-20. Os pupilos de André Costa estão determinados a contrariar o favoritismo dos oponentes.

Tempo

Multimédia