Desporto

Massificação do golfe pode atrair forte investimento

Hélder Jeremias

A construção de campos de golfe ao longo da costa litoral angolana, nas regiões de Kalandula e de Okavango configuram a principal linha de força do projecto de massificação da modalidade, esboçado pelo Ministério do Turismo, no âmbito do programa governamental para o desenvolvimento da indústria turística, cujo arranque terá lugar no próximo dia 18, com a realização da primeira edição do Torneio Presidential Golf Day, no Resort Mangais, localizado na Barra do Cuanza, em Luanda.

Golfistas de vários países são aguardados para disputar a partir de 18 do corrente a Iª edição
Fotografia: DR

A garantia foi dada pela ministra do Turismo, Ângela Bragança, durante o encontro mantido terça-feira, numa das unidades hoteleiras de Luanda, com representantes dos diferentes órgãos de comunicação social estatais e privados, durante o qual foram aflorados todos os pormenores em torno da organização do evento, que tem como principal objectivo atrair para o país potenciais investidores e turistas.
A diplomata informou que os preparativos do evento, cuja primeira tacada será dada pelo Presidente da República, João Lourenço, na qualidade de titular do Poder Executivo e líder do projecto, que visa transformar o turismo numa fonte de receitas para a economia, decorrem a bom ritmo, numa altura em que está confirmada a vinda de cerca de 1500 entidades, das quais 300 delegados e 80 atletas.
A titular da pasta do Turismo revelou que uma comissão multissectorial trabalha de forma abnegada na criação de todos os pressupostos para que os visitantes sejam acolhidos de forma condigna, de forma que possam reportar no exterior o bom ambiente de negócios e potencial turístico que o país ostenta, depois das várias reformas efectuadas pelo actual Executivo.
A comissão multissectorial, disse a ministra, está a fazer um trabalho organizado no que toca aos aspectos logísticos, de segurança, entre outras tarefas inerentes à própria organização. No entanto, ressalta a dirigente, o papel da Comunicação Social reveste-se de grande importância, na medida em que só com o seu bom desempenho é possível criar uma cultura de turismo no seio das populações.
Ângela Bragança foi peremptória ao dizer que, “o golfe é a modalidade por excelência para o turismo internacional, uma vez que, segundo experiência de outros países, eventos como o Presidential Golf Day são frequentados pelos mais altos mandatários de Estados e homens de negócios, acompanhados de seus familiares, facto que pressupõe a obtenção de receitas elevadas para o turismo e criação de milhares de postos de trabalho directos no sector”.
O director para a região africana do Fórum Internacional do Turismo, Danilo Nhantumbo, garantiu que Angola representa uma das maiores potências para o desenvolvimento do turismo por intermédio do golfe, e não tem dúvidas quanto ao sucesso da empreitada.
O Presidential Golf Day é um evento internacional promovido por Chefes de Estado, com caris filantrópico e promocional de diferentes causas de interesse nacional.
A primeira edição do Presindetial Golf Day em Angola tem como objectivo atrair investimentos e obter fundos para uma causa social.

Tempo

Multimédia