Desporto

Mineiros são homenageados

Teresa Luís |

Os ciclistas nacionais disputam amanhã e domingo, na Centralidade do Kilamba, o Grande Prémio “Mineiro”, com início marcado para as 9h00, numa organização conjunta da Federação Angolana de Ciclismo (FACI) e a Associação Provincial de Luanda (APCIL).

Ciclistas exploram condições das largas estradas da centralidade para a disputa de mais uma prova do calendário de competições
Fotografia: Kindala Manuel | Edições Novembro

A primeira etapa, em meio fundo, é disputada numa distância de 80 quilómetros em circuito fechado, com partida e chegada nas novas instalações do laboratório do Ministério de Geologia e Minas. No domingo, os atletas competem nos mesmo moldes, com partida e chegada  na sede da instituição mineira.
As inscrições estão a ser feitas via endereço electrónico. A reunião técnica acontece hoje às 18hoo, na sede da APCIL. Justiniano Araújo, vice-presidente da FACI, afirmou que a inscrição dos atletas decorre dentro da normalidade. “Mas, de momento, não posso precisar o número de inscritos. A nossa perspectiva é ter a competir entre 50 e 70 ciclistas.”
O Grande Prémio visa saudar mais um aniversário do Ministério da Geologia e Minas.
Ainda sobre a modalidade, o Dia Mundial da Bicicleta foi assinalado na quarta-feira. Em declarações à Angop, o secretário-geral da federação, João Francisco, defendeu a necessidade da construção de vias exclusivas para os utentes desses meios rolantes, como forma de motivar a aparição de novos atletas a nível do país.
“Trata-se de um projecto que, caso exista, de certa forma vai incentivar as pessoas de todas as idades a andar de bicicleta e proporcionar melhor condição física às mesmas, bem como ajudar a reduzir o sedentarismo.”
João Francisco explicou que existem países europeus, com realce para Portugal e Holanda, onde além de ciclovias, há zonas de estacionamento reservadas a bicicletas, incluindo sinalização.
“A implementação no país seria uma  mais-valia. Consta do plano de acção da FACI o trabalho para expandir o ciclismo feminino.”

Tempo

Multimédia