Desporto

Mourinho acusado de bullying a Luke Shaw

O jornal “The Telegraph” noticiou que há jogadores do Manchester United que não concordam com a forma como José Mourinho trata Luke Shaw, classifica de bullying, o relacionamento do treinador português com o lateral - esquerdo.

Técnico português tem fomentado muita polémica
Fotografia: DR

O facto de Mourinho substituir Shaw no final da primeira parte do jogo da Taça de Inglaterra, no sábado no desafio com o Brighton, depois de mostrar profundo descontentamento com o desempenho do futebolista, junto à linha lateral, deixou alguns elementos dos red devils “chocados e furiosos” com o português, relata o diário inglês.
No final do jogo, Mourinho deixou fortes críticas ao desempenho dos laterais - referiu que se pudesse substituía também António Valência - e os restantes futebolistas que foram utilizados, à excepção de Nemanja Matic.
Num artigo publicado na segunda-feira, o jornal 'The Sun' adianta que Shaw deslocou-se ao gabinete de Mourinho a meio da semana após o jogo da Liga do Campeões com o Sevilha, na terça-feira - para saber se o treinador contava com ele, com vista a ganhar tempo de jogo, por estar na convocatória da selecção inglesa para o Mundial'2018. O diário inglês revela que o português, explodiu.

Barton defende saída
A simplicidade de Joey Barton, torna mais fácil perceber os problemas entre Luke Shaw e José Mourinho, no Manchester United. O antigo médio deixou claro que o melhor para o lateral -esquerdo é sair de Old Trafford, pois, ainda vai a tempo de fazer uma boa carreira, embora, tenha necessidade de passar por “um processo de reconstrução psicológica”.
“Mourinho continuou a olhar para Shaw, como se fosse algo em que tivesse reparado quando passeava o seu cão. Mourinho, simplesmente não gosta do Shaw, a realidade é essa”, assinalou Barton no programa de Alan Brasil na rádio talkSPORT.

Tempo

Multimédia