Desporto

Mourinho e Guardiola jogam fora dos campos

José Mourinho falou ao de leve sobre a polémica dos alegados exageros nos festejos do Manchester City, após o triunfo em Old Trafford por 2-1, no domingo, que terão, segundo a imprensa inglesa, levado a situações extremas como garrafas a voar e leite atirado sobre um dos adjuntos do Manchester United.

Vizinhos ibéricos transferem rivalidade para a Inglaterra
Fotografia: Oli Scarff| AFP

Na conferência de imprensa de antevisão do duelo com o Bournemouth, hoje, Mourinho começou por evitar o tema, dizendo que o assunto estava encerrado e interessava o jogo seguinte.
“Eu percebo, mas vou continuar a dizer que esta é a conferência de imprensa do jogo com o Bournemouth”, comentou.
Pep Guardiola negou exageros nas celebrações, numa reacção às notícias que vieram a público.
“Exageros? Definitivamente, não houve. Estávamos felizes. Tínhamos ganho o dérbi contra o Manchester United, um dos maiores rivais que temos. No final do jogo, os jogadores cumprimentaram-se, sem problemas, e alguns foram festejar com os adeptos como é habitual. Depois fomos para os balneários e é óbvio que incentivo os jogadores a festejar vitórias, mas dentro do balneário”, garantiu o técnico espanhol, citado na BBC.
E continuou: “Ganhámos um jogo ao maior rival do momento na Premier League. As pessoas achavam que não íamos celebrar? Quando o United ganha um dérbi festeja, quando o Arsenal vence o United festeja. Onde? Dentro do balneário. Qualquer equipa no mundo fica feliz quando ganha um dérbi.”
O Manchester City domina a Liga Inlgesa.

Tempo

Multimédia