Desporto

Mulher de Wiggins recua nos ataques a Christofer Froome

Os ataques a Chris Froome esta semana, depois de conhecido o controlo positivo realizado na 18.ª etapa da Volta a Espanha de 2017, têm chovido de vários ângulos.

Após as mais recentes palavras de Tony Martin, foi agora a vez de Catherine Wiggins, mulher de Bradley Wiggins, que foi companheiro de equipa do britânico e a quem Froome ajudou a conquistar o Tour de 2012, a “atirar-se” ao ciclista.
“Isto põe-me doente. Nada nas notícias. Se tivesse que dar uma teoria da conspiração, alegaria que eles usaram o meu rapaz para bode expiatório com o propósito de cobrir este réptil”, escreveu numa mensagem de Facebook que apagou pouco depois.
Mais tarde, Catherine acabaria por publicar nova mensagem. “Desculpem-me o comentário emocional e os insultos.
O stress apoderou-se
de mim.”

Tempo

Multimédia