Desporto

Nigéria e Ruanda são obrigados a ganhar

Nigéria e o Ruanda são obrigados a vencer hoje, quando defrontarem  a Líbia e  a Guiné Equatorial, respec­tivamente, em jogos da se­gunda jornada do Grupo C, para manterem a aspiração de atingir os oitavos de final do Campeonato Africano das Nações (CHAN'2018), que decorre no Reino de Marrocos.

Nigéria e o Ruanda são obrigados a vencer hoje, quando defrontarem  a Líbia e  a Guiné Equatorial, respec­tivamente, em jogos da se­gunda jornada do Grupo C, para manterem a aspiração de atingir os oitavos de final do Campeonato Africano das Nações (CHAN'2018), que decorre no Reino de Marrocos.
A Nigéria mede forças com a Líbia, num desafio onde está proibida de perder ou empatar, sob pena de regressar mais cedo a casa, depois da igualdade sem golos da primeira jornada diante do Ruanda. A Líbia, que venceu de forma folgada na jornada anterior, entra sem qualquer pressão na partida e pode jogar para o empate e decidir a qualificação para a outra fase na derradeira jornada. Mas, a formação líbia ambiciona carimbar já o passaporte nesta partida, apesar do respeito que o estatuto do adversário impõe. Um duelo que se antevê renhido e com desfecho imprevisível.
Na mesma situação está a equipa do Ruanda, que depois do empate na primeira jornada, só pode pensar na vitória, para continuar a acalentar a esperança de chegar à outra fase da prova. Mas, pela frente vai  encontrar uma Guiné Equatorial que, depois do desaire na ronda inaugural, já não pode perder, sob pena de carimbar antecipadamente o passaporte de regresso a casa.
À entrada da segunda jornada do Grupo C, a Líbia comanda com três pontos, seguida pela Nigéria e o  Ruanda, ambos com dois. Na terceira e última posição está a Guiné Equatorial, que ainda não pontuou.

Tempo

Multimédia