Desporto

Nova direcção do Sporting de Luanda toma posse nos Coqueiros

Juscelino da Silva

A direcção reeleita do Sporting de Luanda, para o quadriénio 2020/24, encabeçada por Jorge de Oliveira, toma posse hoje, às 10h00, na sede social do clube no bairro Coqueiros, numa cerimónia que coincide com centenário da agremiação da Baixa da capital.

Fotografia: DR

Jorge de Oliveira recebeu luz verde dos sócios para mais um mandato e, em declarações ao Jornal de Angola, assegurou que o principal desafio do mandato é a continuação dos esforços empreendidos até hoje, como resgatar a mística, angariar sócios, revitalizar e dinamizar as modalidades do clube, sem descurar as infra-estruturas. 

Para concretizar os programas traçados, a direcção vai continuar a depender das fontes de receita, que vem dos alugueres de parte das instalações e de três sócios, que nunca deixaram de apoiar o clube, uma vez que não há mais patrocínios. />O Sporting clube de Luanda tem registados 250 sócios, que pagam uma quota muito baixa, na óptica do dirigente que espera mudar o quadro.
“Apesar das quotas serem muito baixas, há sempre uma relutância na maioria dos sócios” disse.

Em véspera de aniversário natalício, da colectividade, Jorge de Oliveira promete “um Sporting diferente”, apesar das dificuldades financeiras, aliadas à falta de apoio do Estado, ao abrigo da lei em vigor, e o que “no entanto, não tem respaldo”.
A situação das obras do pavilhão resolvida pelo MINJUD e passar a receber apoios do Estado ou outras entidades são os maiores desejos do dirigente.

Tempo

Multimédia