Desporto

Novo elenco de direcção toma posse no Rio Seco

António de Brito

No dia do 43º aniversário da fundação do clube, os novos corpos sociais do 1º de Agosto tomam posse, hoje, às10h00, na Piscina Nádia Cruz, localizada na sede social da agremiação no Rio Seco, depois da eleição a 28 de Fevereiro, para o ciclo olímpico 2020/24.

Número um do clube militar espera concluir neste mandato alguns projectos em carteira
Fotografia: Kindala Manuel| Edições Novembro


A cumprir o terceiro mandato na presidência de direcção dos militares, depois de ter sido eleito em 2011, Carlos Hendrick da Silva espera concluir, nos próximos quatro anos, os vários projectos na Cidade Desportiva, como o Estádio França “N'dalu”, piscina olímpica, Instituto Superior, residências e estação de Rádio. Em funcionamento estão o Internato 4 de Abril, pavilhão Paulo Bunze e Centro de Performance Desportiva.

No campo desportivo, o elenco liderado por Carlos Hendrick ambiciona, igualmente, a conquista do pentacampeonato, após os quatro títulos consecutivos (2016, 2017, 2018 e 2019), e voltar a brilhar na Liga dos Clubes Campeões Africanos, depois do brilharete protagonizado, em 2018, que culminou com o afastamento nas meias-finais da competição, frente ao Esperance de Tunis, na Tunísia.

Com o andebol, o 1º de Agosto obteve várias conquistas, com realce para o Mundial de Clubes em seniores femininos, disputado na China, Taças dos Clubes Campeões e Babacar Fall, sem esquecer os títulos do Africano de Clubes seniores masculinos e femininos de basquetebol.
Na gestão do presidente reeleito, a formação militar vendeu ainda os principais acervos do futebol, casos de Gelson Dala para o Sporting Clube de Portugal, Show (Lille de França), emprestado ao Belenenses SAD de Portugal, e Geraldo (Al Ahly do Egipto).

Biossegurança garantida

Contactado pelo Jornal de Angola, Fernando Barbosa “Barbosinha”, director-geral da formação militar, disse que estão criadas as condições de biossegurança para evitar o contágio da Covid-19. “Temos tudo preparado para que o acto decorra sem sobressaltos. Nesta fase da pandemia, iremos cumprir com todas as medidas de biossegurança, para evitar qualquer contaminação”, assegurou o dirigente.
A Mesa da Assembleia-Geral do 1º de Agosto é presidida por Egídio de Sousa Santos, e integra Carlos dos Santos (vice-presidente) e Apolinário Júnior (secretário).

A direcção é encabeçada por Carlos Hendrick da Silva, coadjuvado por oito vice-presidentes: Ângelo Paca (Administração e Finanças), Artur de Oliveira (Recursos Humanos), Paulo Jorge “Magueijo” (Futebol), Fernando Barbosa (Basquetebol), Amílcar Aguiar (Andebol), Mário Carvalho (Desportos Náuticos), Eugénio Quaresma (Hóquei em Patins) e António Bernardo (outras modalidades). Vogais de direcção: Peregrino Chidondo,Virgílio Pinto, Angelino Vieira, Domingos Ministro, Maria Gouveia, Eunice Mendes, José Agostinho, Luciano Martins, Agostinho Domingos, Rossana Quitongo, Irene Gonçalves, Nádia Cruz, Filipe Cruz, Francisco Abreu, Daniel N'dungidi, José de Sousa, Kátia Barradas e Elzira Barros.
O Conselho Fiscal é formado por Adriano Mackenzie (presidente), Hélder Diógenes (vice-presidente) e Domingos Angélica (relator). O Conselho de Disciplina tem na presidência Baptista Suzinho, Apolinário da Costa (vice-presidente) e Lucas da Silva (vice-presidente).

Treinos reatam por vídeoconferência

Sob fortes medidas de segurança e de distanciamento social, para evitar a propagação da Covid-19, jogadores, equipa técnica e direcção do 1º de Agosto estiveram reunidos, ontem, à porta fechada no pavilhão Vitorino Cunha, com o objectivo de abordar o início dos trabalhos, visando a época 2020/21.
No encontro de carácter informativo, os jogadores foram comunicados sobre a retoma dos treinos por vídeo-conferência, que arrancam provavelmente na próxima semana, o cumprimento rigoroso das medidas de biossegurança, reforço do plantel, dispensas e a contratação do novo técnico, para substituir o bósnio Dragan Jovic.

Em relação ao futuro treinador dos “militares” do Rio Seco estão em cima da mesa dois nomes, Paulo Duarte, ex-seleccionador do Burkina Faso, e Srdjan Vasiljevic, antigo treinador dos Palancas Negras.
Com a função de adjunto, Mário Soares, ex-treinador do Desportivo da Huíla, integra o corpo técnico. Orientaram a reunião, Fernando Barbosa “Barbosinha”, director-geral da agremiação, e Paulo Jorge “Magueijo”, vice-presidente para o Futebol, respectivamente.
Passados quatro meses, depois do jogo com os maquisardes, disputado a 14 de Março para a 24ª jornada do Girabola, em que os rubros e negros venceram, por 3-1, atletas, treinadores e dirigentes reencontraram-se para “matar” saudades, mas sem abraços nem apertos de mãos.

António de Brito

Tempo

Multimédia