Desporto

Novos corpos sociais já estão a funcionar

Gaudência Hamelay | Lubango

Ultrapassado o entrave causado pela impugnação apresentada pelo candidato da lista A, Zinga Carlos Sambo, o elenco da Associação Provincial de Futebol da Huíla (APFH), tomou posse, na sexta-feira, na cidade do Lubango.

Novo presidente da APF da Huíla, Pepé António
Fotografia: Edições Novembro

O novo presidente da APF da Huíla, Pepé António, que substituiu João Gonçalves, disse durante a tomada de posse querer uma boa representação no futebol huilano, não só com o elenco eleito, mas também através de outras pessoas que, por inerência de funções, não fazem parte da lista. “Queremos ter um futebol mais abrangente, começando numa primeira fase, com a recolha de contribuições dos clubes filiados, que serão apresentadas na Assembleia- Geral da Federação Angolana de Futebol (FAF), prevista para este mês”, disse.

Pepé António, antigo defesa central do Desportivo da Chela, defendeu que as contribuições também podem vir de pessoas que se identificam com a modalidade, ressaltando que o “futebol é de todos e todos são bem-vindos”.  O novo homem forte do futebol huilano anunciou que, caso a pandemia da Covid-19 permita, a associação calendarizou já competições a partir deste mês até Dezembro.

Referiu que no mês em curso, está prevista a disputa da “Taça Nossa Senhora do Monte”, em futebol, em todos os escalões, em Setembro, a Taça Herói Nacional. No mês seguinte está agendado o torneio 5 de Outubro e em Novembro, a Taça Independência. Pepé António garantiu que vai dar atenção especial à formação dos árbitros, treinadores e dirigentes.

Tempo

Multimédia