Desporto

Oliveira Gonçalves ambiciona presidir federação de futebol

O antigo seleccionador nacional, Oliveira Gonçalves, manifestou domingo, em Luanda, a intenção de dirigir a Federação Angolana de Futebol (FAF), para contribuir melhor no desenvolvimento da modalidade.

O antigo seleccionador nacional, Oliveira Gonçalves, manifestou domingo, em Luanda, a intenção de dirigir a Federação Angolana de Futebol (FAF), para contribuir melhor  no desenvolvimento da modalidade.

Fotografia: Kindala Manuel | Edições Novembro


Ao falar no programa “A Grande Entrevista” do Canal Desportivo da Rádio Nacional de Angola “Rádio Cinco”, o treinador que levou os “Palancas Negras” ao Mundial da Alemanha, em 2006, referiu que a experiência que possui lhe permite trabalhar na resolução das dificuldades existentes na FAF,  e projectar o país ao mais alto nível.
“Os conhecimentos adquiridos ao longo da minha carreira como jogador, treinador e dirigente, leva-me a pensar que estou capacitado para concorrer à presidência da FAF. Poderei candidatar-me e dar a minha contribuição directa no desenvolvimento da modalidade, com projectos e programadas abrangentes”, disse.       
Agravada pela situação económica e financeira do país, o também professor de Educação Física, reconheceu que o futebol angolano vive actualmente muitas dificuldades, tais como a fraca aposta na modalidade e poucos investimentos nos escalões de formação.
Por este facto, defendeu a necessidade de financiamento directo por parte do Estado aos clubes e centros formativos, que poderá resultar em jogadores de qualidade e de altos níveis competitivos, para alimentar as futuras Selecções Nacionais.
A reformulação das regras e moldes de disputas das provas provinciais e nacionais, a melhor valorização dos agentes desportivos, organização das escolas, entre outros, também mereceram referências da parte do vencedor do CAN'2001, em Sub-20,disputado em Addis Abeba, capital da Etiópia.
A conquista desta competição levou-o a dirigir a selecção Nacional no Campeonato do Mundo da categoria, disputado na Argentina, além da conquista de uma edição da competição regional dos países da África Austral, denominada Taça Cosafa, no comando técnico dos Palancas Negras.

Tempo

Multimédia